Conecte-se conosco

Estado

57ª Exposição Agropecuária de Goiânia | Caiado e Iris são homenageados pelo apoio ao setor produtivo

Reconhecimento ocorreu durante visita à 57ª Exposição Agropecuária de Goiânia, quando governador destacou força do agronegócio, que alimenta 220 milhões de brasileiros e mais de 1 bilhão fora do País. Homenagens partiram da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), da Associação Goiana do Nelore Goiás e da Exposição Interestadual do Gir Leiteiro (Expogir)

Publicado

em

O governador Ronaldo Caiado foi reconhecido, na tarde desta sexta-feira (20/11), pelo seu compromisso com o agronegócio, o principal propulsor da economia goiana. A homenagem, que também se estendeu ao prefeito Iris Rezende, ocorreu durante visita dos governantes à 57ª Exposição Agropecuária de Goiânia. “Governo tem que ter espírito público, com resultados para a população, para quem produz e trabalha. Tenho a honra de participar desse grupo”, declarou Caiado.

As homenagens partiram da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), da Associação Goiana do Nelore Goiás e da Exposição Interestadual do Gir Leiteiro (Expogir). O presidente da SGPA e anfitrião do evento, Eurico Velasco, declarou que Iris e Caiado são, além de grandes autoridades, figuras importantes na defesa do produtor rural, em nível nacional. “Dois grandes homens, que sempre fizeram muito”, afirmou. Ele chamou o governador de ídolo e guerreiro, ao entregar a escultura Desbravador. “[Caiado] é uma pessoa com quem aprendo muito, líder nato, que sempre protegeu e protegerá a agropecuária de Goiás e do Brasil.”

Emocionado, Iris comentou que desde criança aprendeu a valorizar o agricultor e o pecuarista, responsáveis por garantir alimento na mesa das famílias. Nesse sentido, estendeu os cumprimentos a Caiado que, em suas palavras, voltou as atenções para a agropecuária desde que assumiu o governo. “Vossa excelência vem dando um show administrativamente. Goiás está tranquilo com o seu futuro nas mãos tão honradas e tão nobres como são as suas”, ressaltou.

Acompanhado da filha Anna Vitória Caiado, o governador agradeceu a oportunidade de ser homenageado ao lado do prefeito, que chega aos 62 anos de vida pública “sem nada que possa macular sua trajetória”. Lembrou da luta dos dois pelo agronegócio, que é de longa data. Iris foi ministro da Agricultura em um momento delicado para o País e, apesar disso, conseguiu “avanço extraordinário”, segundo o governador. “Hoje, o pessoal respeita e reconhece esse setor. Com toda essa crise [devido à pandemia], se não fosse o agro, o que seria da economia brasileira?”, questionou, informando que o setor alimenta 220 milhões de brasileiros e mais de 1 bilhão fora do País.

Caiado resumiu algumas ações realizadas no setor desde que assumiu o governo, no ano passado, como a criação da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), extinta pelas gestões anteriores. Também mencionou o fortalecimento de entidades importantes para o agro, bem como a criação do Batalhão Rural, por meio da Lei nº 20.488, de 2019. “O homem do campo hoje está podendo viver na sua propriedade com segurança”, assegurou, em referência aos patrulhamentos realizados pela Polícia Militar.

A 57ª Exposição Agropecuária de Goiânia é realizada sem a participação de público, em função da pandemia. Fazem parte da programação oficial a 1ª Exposição Interestadual de Gir Leiteiro de Goiânia e a 15ª Expoinel Goiás, que reúnem cerca de 500 animais de elite das raças nelore e gir leiteiro. Ao visitar as instalações, o governador colocou o Estado à disposição para receber, no ano que vem, uma edição nacional de exposição de gado gir. “Terá total apoio do governo”, assegurou.

Até o dia 22 de novembro, o Parque de Exposições de Goiânia será palco de atividades como torneio leiteiro, julgamentos de pista, palestras e fóruns de discussão. O evento recebe cerca de 50 criadores de Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Também estiveram presentes os secretários de Estado Antônio Carlos de Souza Lima Neto (Seapa), Cristiane Schmidt (Economia) e Rafael Rahif (Esporte e Lazer); os presidentes Hugo Goldfeld (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás), José Essado Neto (Agência Goiana de Defesa Agropecuária), e Wilmar da Silva Gratão (Centrais de abastecimento de Goiás – Ceasa); o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos; o deputado estadual Amauri Ribeiro; o presidente da Associação Goiana do Nelore (AGN), Silvestre Coelho; além de Joel Fraga e Cláudio Gonzaga, criadores de gir e integrante das comissão organizadora da Expogir; do também criador Luiz Eduardo Branquinho; e vários secretários municipais de Goiânia.

*Legenda:*

Governador Ronaldo Caiado e prefeito Iris Rezende recebem homenagem durante visita à 57ª Exposição Agropecuária de Goiânia: “Governo tem que ter espírito público, com resultados para a população, para quem produz e trabalha”

_Fotos: Octacilio Queiroz_

*Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás*

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Restaurante Brioso e Manhoso será palco de reunião de ONG de saúde que atua em 17 países

Publicado

em

Por

Compaixão Internacional, na próxima quarta-feira, dia 9, no Restaurante Brioso e Manhoso, para tratar das diretrizes da entidade para 2021. A ONG atua em 17 países da América Latina, África e Ásia em ações voltadas à saúde, à educação e ao empreendedorismo voltadas às comunidades carentes e em situação de vulnerabilidade social.

Continue Lendo

Estado

Projeto do Governo de Goiás que reduz ICMS do arroz e do feijão de 17% para 12% é aprovado na Assembleia Legislativa

Medida visa diminuir o preço desses alimentos essenciais e sempre presentes nas mesas das famílias goianas, que sofreram forte alta durante pandemia

Publicado

em

Por

Foi aprovado na Assembleia Legislativa, na tarde desta quinta-feira (23/12), o Projeto de Lei nº 6608/19, de autoria do Governo de Goiás, que altera o Código Tributário do Estado para reduzir a alíquota do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal, e de Comunicação (ICMS), aplicável às operações com arroz ou feijão, de 17% para 12%.

Na justificativa do projeto, o governador Ronaldo Caiado destaca que esses produtos são essenciais e sempre presentes nas mesas das famílias goianas, principalmente nas de baixa renda e que são as mais atingidas neste período de pandemia.

Com isso, estabelecimentos comerciais poderão adquirir arroz e feijão com alíquotas mais baixas, independentemente de sua origem e da qualificação do contribuinte que realizar operações com tais produtos, e assim reduzir o preço final ao consumidor goiano.

Segundo dados do último Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgados em outubro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o grupo de despesas com alimentação teve uma alta de preços de 2,28%. A elevação no valor dos alimentos ocorreu principalmente por causa da refeição dentro do domicílio, que subiu 2,89%, tendo o maior aumento de preço justamente com o arroz (17,98%). No acumulado em 12 meses, a cesta básica subiu 35,86% em Goiânia.

A mudança foi proposta pela Secretaria da Economia por entender que tais produtos são essenciais nas mesas das famílias goianas, principalmente nas de baixas rendas. Já havia redução do imposto para esses produtos, mas restrita aos produtos industrializados no Estado de Goiás, fator que inibia a concorrência entre as indústrias locais e as estabelecidas em outros Estados. A lei agora aprovada corrige essa distorção ao ampliar o benefício para todos, independentemente da origem dos produtos.

A proposta foi submetida à apreciação da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), que afirmou que a matéria é constitucional e que não se encaixa como renúncia de receita nem acentua a discriminação entre contribuintes, pois as novas alíquotas serão aplicadas a todos. Além disso, ressalta-se que as empresas do setor instaladas em Goiás já são contempladas com uma redução de carga tributária de 7%.

*Secretarias de Economia e da Casa Civil – Governo de Goiás*

Continue Lendo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com