Conecte-se conosco

Estado

Abate de frangos tem recorde em Goiás

Publicado

em

A pecuária goiana teve desempenho histórico no segundo trimestre de 2021. Segundo a Estatística da Produção Pecuária do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve crescimento expressivo na maioria dos itens pesquisados. No caso do frango, as 112,78 milhões de cabeças abatidas representaram um recorde entre os segundos trimestres da série histórica iniciada em 1997.

O resultado configurou uma alta de 29,5% em relação ao mesmo período do ano passado. A produção de carcaça deu um salto de 42,9% na comparação com os meses de abril, maio e junho de 2020, chegando a 271,93 mil toneladas.

A suinocultura também comemorou um dos melhores segundos trimestres desde que o levantamento começou a ser feito: em Goiás, o abate de 487,78 mil cabeças só ficou atrás do resultado de 2012 (491,57 mil cabeças). O número significou um crescimento de 17,6% na comparação com o mesmo período de 2020.

Já a produção de carcaça suína atingiu 47,85 mil toneladas – expansão de 22,2% em relação ao período de abril a junho do ano passado. Em nível nacional, a suinocultura atingiu a marca inédita de 13,04 milhões de cabeças abatidas, avanço de 7,6% sobre o mesmo trimestre de 2020.

Bovinos

No que diz respeito ao abate de bovinos, Goiás se descolou da média nacional. Enquanto o País registrou queda de 4,4% na comparação entre os segundos trimestres deste ano e do ano anterior, o Estado cresceu tanto em relação ao primeiro trimestre de 2021 (21,4%) quanto em relação ao segundo trimestre de 2020 (11,6%). Foram 780,78 mil cabeças abatidas.

A produção de carcaça subiu 15,4% na comparação com o mesmo período do ano passado, chegando a 211,99 mil toneladas. Avançou também em relação ao primeiro trimestre deste ano: 25,3%.

“O forte crescimento da pecuária goiana no segundo trimestre deste ano mostra que estamos no caminho certo e que o trabalho vem sendo bem feito: o produtor soube aproveitar as oportunidades que surgiram e supriu tanto o mercado interno quanto o externo com proteína de qualidade”, diz o superintendente de Produção Rural Sustentável da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Donalvam Maia.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Governo de Goiás recebe mais 166.240 doses de vacinas contra Covid-19.

Publicado

em

Por

Quantitativo, recebido em duas remessas, compreende 113.490 unidades da Pfizer e 52.750 da AstraZeneca. Imunizantes serão utilizados para aplicação da segunda dose, com objetivo de completar esquema vacinal. Governador Ronaldo Caiado reitera importância de a população aderir à campanha de imunização. “Temos que exigir o respeito pelas outras vidas”, ressalta

O Governo de Goiás recebeu, nesta quinta-feira (16/09), mais 166.240 doses de vacinas contra a Covid-19. A chegada ocorreu pela manhã no Aeroporto Internacional de Goiânia. As duas remessas enviadas pelo Ministério da Saúde incluem 113.490 imunizantes Comirnaty, produzidos pelo laboratório Pfizer, e 52.750 da AstraZeneca. As unidades recebidas nos dois carregamentos serão utilizadas para aplicação da segunda dose, com o objetivo de completar o cartão dos já vacinados.

Para o governador Ronaldo Caiado, a adesão à vacinação é um dever do cidadão. Ele alertou sobre os riscos da falta de imunização. “Essas pessoas podem disseminar o vírus que tanto prejuízo tem trazido e tantas vidas ceifou em nosso Estado de Goiás. Temos que exigir o respeito pelas outras vidas”, frisou.

A ação conjunta entre Estado e municípios viabiliza a logística para que a vacina chegue ao público-alvo da campanha de imunização. Após o desembarque, as vacinas passam por processo de conferência na Central Estadual de Rede de Frio, onde ficam acondicionadas em câmaras frias até que sejam preparadas para envio às Regionais da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Conforme decisão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) as remessas aos municípios ocorrem uma vez por semana, nas quartas-feiras.

Reforço
Na tarde desta quarta-feira (15/09), Goiás recebeu um lote de vacinas da Pfizer, com 36.270 unidades destinadas exclusivamente para uso como primeira dose. Na avaliação do titular da SES, Ismael Alexandrino, o quantitativo já recebido no Estado permitiu a vacinação de cerca de 80% da população maior de 15 anos com a primeira dose. “Nesse ritmo, até o final deste mês de setembro, vamos concluir a meta de realizar, pelo menos a primeira aplicação, em todos os goianos com mais de 18 anos”, projetou.

Números da pandemia
Os registros da SES contabilizavam, até às 15h desta quarta-feira (16/09), um total de 7.529.768 doses distribuídas. O saldo da vacinação em Goiás é de 4.439.219 pessoas imunizadas com a primeira dose e 2.217.847 com o esquema vacinal completo com a segunda dose ou dose única.

Fotos: Wesley Costa

Legenda:
Goiás recebe, nesta quarta-feira (16/09), 113.490 imunizantes da Pfizer e 52.750 da AstraZeneca para combate à Covid-19: mais de 2,2 milhões de goianos estão com esquema vacinal completo

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Continue Lendo

Estado

AGENDA OFICIAL | Caiado inicia entrega de 250 mil cestas básicas, em Goiânia, e cumpre agenda em Mara Rosa, nesta sexta-feira (17/09)

Publicado

em

Por

O governador Ronaldo Caiado cumpre agendas em Goiânia e Mara Rosa, nesta sexta-feira (17/09). Às 9h, inicia a entrega de mais 250 mil cestas básicas no Estado. O evento ocorre na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), na capital. Com o apoio das prefeituras, a previsão é que os alimentos sejam distribuídos até o mês de novembro às famílias em situação de vulnerabilidade impactadas pela pandemia de Covid-19.

Com a quarta etapa de distribuição de cestas básicas, iniciada nesta sexta-feira, Goiás alcançará 1 milhão de cestas entregues, desde o início da pandemia, a todos os 246 municípios, além de assentamentos rurais, acampamentos e comunidades quilombolas. Este é o maior número de donativos adquiridos com recursos próprios por um Estado brasileiro neste período.

O investimento feito pelo Governo de Goiás na segurança alimentar das famílias goianas é de aproximadamente R$ 90 milhões, desde março de 2020. Desses, mais de R$ 70 milhões foram para a compra de mais de 1 milhão de cestas básicas, sendo que R$ 28 milhões foram repassados diretamente aos municípios para investimento em Assistência Social.

Às 15h, em Mara Rosa, Caiado participa do lançamento das obras da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), pelo Governo Federal. O presidente da República, Jair Bolsonaro, é esperado no evento, assim como o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Os 383 quilômetros de trilhos da Fico ligarão o município do Norte goiano a Água Boa (MT) e interligam o Vale do Araguaia à Ferrovia Norte-Sul, favorecendo o escoamento da safra aos portos de Santos (SP), Itaqui (MA) e, no futuro, Ilhéus (BA).

Segundo o governo federal, serão destinados R$ 2,7 bilhões ao projeto. A construção da Fico foi possibilitada por investimento cruzado, utilizando a outorga da renovação antecipada de contrato com a Vale S/A pela Estrada de Ferro Vitória-Minas. Vale e Valec são parceiras na execução da obra, que deve gerar 4,6 mil empregos, entre diretos e indiretos.

Serviço:
Assunto: Governador Ronaldo Caiado inicia entrega de 250 mil cestas básicas, em Goiânia, e cumpre agenda em Mara Rosa
Quando: Sexta-feira (17/09)

Programação:

9h: Lançamento da 4ª Etapa de distribuição de cestas básicas às prefeituras
Onde: Conab – Avenida Meia Ponte, 2758, Santa Genoveva, Goiânia (GO)

15h: Início das obras da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), com presença do presidente da República, Jair Bolsonaro
Onde: Fazenda Botafogo 1, GO-347, Mara Rosa (GO)

Continue Lendo