Conecte-se conosco

Mundo

Às vésperas da eleição, Trump pressiona Brasil em busca de boas notícias nas relações exteriores

Publicado

em

vinda ao Brasil da delegação dos Estados Unidos para anunciar um pacote com medidas que facilitam o comércio rapidamente se transformou em uma oportunidade de pressionar o País contra a presença da empresa chinesa Huawei no leilão do 5G.

Na avaliação de analistas ouvidos pelo Estadão, além de interesses comerciais, o governo de Donald Trump tenta gerar boas notícias nas relações exteriores, às vésperas das eleições americanas. Em um movimento contra a participação dos chineses no leilão de 5G, os americanos disseram estar dispostos a financiar “qualquer investimento” no setor de telecomunicações.

Uma delegação de autoridades americanas em visita ao Brasil atacou a China e deixou claro que espera que o País escolha empresas de outras nacionalidades. “Faz parte do ideário de Trump, de colocar oposição à China como principal item de sua política externa, embora as simplificações de comércio, como as que foram assinadas, não levem necessariamente a um acordo de comércio, já que o governo americano não pode negociar algo assim sem autorização do Congresso”, diz o ex-embaixador do Brasil em Washington Rubens Barbosa.

Ele avalia que a delegação americana aproveitou a viagem para oferecer empréstimos e facilidades ao Brasil, “colocando uma ‘cenourinha’ para que o Brasil exclua a China do leilão”. Para o consultor, o mais prudente seria que o Brasil esperasse o resultado das eleições nos EUA antes de decidir sobre o 5G. Para o também ex-embaixador Rubens Ricupero, que já foi ministro da Fazenda, é de interesse de Bolsonaro o anúncio de medidas de desburocratização do comércio com os americanos, para tentar tirar a impressão de que o Brasil só perdeu até agora nas negociações com a Casa Branca. “O Brasil só dá boas notícias para Trump, como na cota de isenção de tarifa para o etanol americano.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Massacre de golfinhos abre debate sobre ‘antigas tradições’

Publicado

em

Por

Mais de 1400 animais foram mortos no último domingo

Ato tradicional ocorre desde o século 16 e tem causado inúmeras discussões

ONG afirma ser contra e considera isso uma ‘caça ilegal’

No fim de semana, o massacre de 1.428 golfinhos-de-faces-brancas, parte de uma tradicional caça dos mamíferos de águas rasas, onde são mortos por sua carne e gordura, reacendeu um debate nas pequenas Ilhas Faroé.

A caça nas ilhas do Atlântico Norte não é comercial e é autorizada, mas ativistas ambientais afirmam que é cruel. Mesmo as pessoas nas Ilhas Faroé que defendem a prática tradicional temem que a caça deste ano vá chamar a atenção indesejada porque foi muito maior do que as anteriores e aparentemente ocorreu sem a organização usual.

Heri Petersen, chefe do grupo que conduz baleias em direção à costa na ilha de Eysturoy, no centro das Ilhas Faroé, onde os assassinatos ocorreram no domingo (12), disse que não foi informado sobre o passeio dos golfinhos e “dissociou-se fortemente” dele.

Os moradores da ilha geralmente matam até 1.000 mamíferos marinhos por ano, de acordo com dados mantidos pela localidade. Olavur Sjurdarberg, presidente da Associação de Caça à Baleia Piloto das Ilhas Faroé, temeu que o massacre de domingo reavivaria a discussão sobre as viagens dos mamíferos marinhos e colocaria um ponto negativo na antiga tradição das 18 ilhas rochosas no meio do caminho entre a Escócia e a Islândia. Eles são semi-independentes e fazem parte do reino dinamarquês.

Precisamos ter em mente que não estamos sozinhos na terra. Pelo contrário, o mundo se tornou muito menor hoje, com todos andando por aí com uma câmera no bolso”, disse Sjurdarberg à emissora local KVF.

Por anos, a Sea Shepherd Conservation Society, sediada em Seattle, tem se oposto aos movimentos dos mamíferos marinhos desde o final do século 16. No Facebook, a organização descreveu os eventos do fim de semana como “uma caça ilegal”.

A cada ano, os ilhéus conduzem manadas de mamíferos – principalmente baleias-piloto – para águas rasas, onde são esfaqueados até a morte. Um gancho de abertura é usado para prender as baleias encalhadas, e sua coluna e artéria principal que leva ao cérebro são cortadas com facas. As leis regulam os impulsos, e a carne e a gordura são compartilhadas em uma base comunitária.

Continue Lendo

Mundo

Alzheimer pode ser revertido com câmaras de oxigênio

Publicado

em

Por

O Alzheimer pode ser interrompido, ou mesmo revertido, por meio de uma terapia com câmara de oxigênio em salas pressurizadas.

O estudo, publicado na revista Aging , demonstrou que os sintomas dos pacientes melhoraram depois de cinco tratamentos de 90 minutos de oxigênio por semana durante três meses.

O trabalho é de pesquisadores israelenses da Universidade de Tel-Aviv. Por enquanto, eles estudaram seis pessoas mais velhas com deficiência cognitiva leve, um estágio inicial de perda de memória que é um precursor da forma mais comum de demência.

Pacientes idosos que sofrem de perda significativa de memória no início do estudo revelaram um aumento no fluxo sanguíneo cerebral e melhora no desempenho cognitivo, demonstrando a potência da oxigenoterapia hiperbárica para reverter os elementos essenciais responsáveis”, disse o professor Uri Ashery, especialista em neurobiologia da Universidade de Tel Aviv.

Oxigenoterapia

O tratamento – denominado oxigenoterapia hiperbárica (OHB) – faz os pacientes inalarem oxigênio por meio de uma máscara em uma câmara pressurizada.

Ele já é usado por atletas para ajudá-los a se recuperar mais rapidamente e por celebridades que afirmam que ele vence o estresse.

Aumentando significativamente a quantidade de oxigênio nos tecidos corporais, os defensores dizem que o tratamento estimula a cura.

E quando foi administrado em ratos, ele removeu as placas amilóides do cérebro, que são um sinal revelador do Alzheimer.

Os especialistas acreditam que a terapia funciona alterando a estrutura dos vasos no cérebro e aumenta o fluxo sanguíneo.

Com informações do Daily Mail

Continue Lendo