Conecte-se conosco

Agenda

Compulsão alimentar em tempos de pandemia acelera fraqueza imunológica

Publicado

em

Você sabe o que é compulsão alimentar ?

Estamos vivendo um período muito difícil no mundo todo em razão da pandemia. É lógico que o nível de ansiedade sobre qualquer pessoa está alto. Mas não é só isso, a quarentena – a principal arma no combate da disseminação da doença – também é um dos fatores que estão favorecendo negativamente os níveis de ansiedade sobre todos nós. Nesse sentido, estar isolado nos lança um grande alerta sobre os transtornos alimentares. E um dos principais deles é a compulsão alimentar.

Mas o que é compulsão alimentar??

Não podemos confundir a compulsão com comer muito de forma esporádica. Principalmente em períodos de festas como final de ano ou festas juninas. A compulsão se dá em razão da pessoa comer com maior frenquencia e de forma excessiva mesmo estando sem fome. Além disso tem outras características tais como comer de forma bem mais rápida e não ter controle sobre aquilo que come. Apresenta hábitos de comer escondido e sozinha, são os “assaltantes” de geladeira. O alimento funciona como alívio de algo que já não é mais a fome, mas um transtorno psiquiátrico com comprimento psíquico e nutricional.

Normalmente as pessoas com compulsão alimentar ingerem alimentos calóricos e em grande quantidade. O que chama a atenção é a rapidez da ingestão e como esses hábitos se repetem ao longo do dia. Daí a importância, nesse período de quarentena, observar as mudanças de comportamento, sobretudo durante as refeições. Mas o que a caracteriza como compulsiva, além de todos esses sinais, é o fato dela se tornar dependente da comida. Entenda-se essa dependência como algo sem controle e acima da racionalidade de quem a tem. Assim, para essas pessoas, comer se torna um vício.

Alguns dados são relevantes em relação a compulsão alimentar, cerca de 75% das pessoas acometidas desse transtorno se tornam obesas. Isso impacta diretamente na forma como essas pessoas se vêm. Além disso têm um maior número de depressão e, lógico, ansiedade. Um estudo recente revelou que 40% das pessoas que fizeram cirurgia bariátrica tinham transtorno compulsivo. Talvez isso explique a compulsividade de parte dos pós-bariátricos a outros tipos de compulsão, como álcool e droga.

O tratamento da compulsão alimentar exige uma abordagem multiprofissional que passa pelo nutricionista, médico psiquiátra, psicólogo e também educador físico. Essa forma mais ampla de tratamento terá mais eficácia na resolução do problema. Todas as estratégias são válidas pra dar mais qualidade de vida a quem está sofrendo desse transtorno. Sabemos que alguns medicamento são parte do tratamento, mas uma dieta balanceada e com acompanhamento psicológico são ferramentas importantes e necessárias para um bom resultado.

O mundo parece em pânico, mas comecemos a cuidar de nós mesmos e a observar nossas atitudes, pois a tranquilidade e bem estar do mundo começa dentro da nossa casa.

(*) Andréia Vieira Berthi Kruger é Coaching de Saúde e Bem-estar, Nutricionista, Educadora em Diabetes, Consultoria em Diabetes, Culinarista Saudável, Personal Diet Adulto e kids, Reeducadora Alimentar e Consultora empresarial – BUSINESS PLAN. Instagram: @andreia_nutrid1

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda

Ministério da Saúde libera uso de vacinas da Janssen congeladas

Publicado

em

Por

O Ministério da Saúde liberou o uso de vacinas da Janssen armazenadas de forma imprópria

Mais de 40 mil doses do imunizante contra a Covid-19 chegaram ao Distrito Federal no sábado (3)

As vacinas estavam “congeladas, abaixo da temperatura adequada”

O Ministério da Saúde liberou o uso das doses da vacina da Janssen que chegaram congeladas ao Distrito Federal. Segundo a pasta, os imunizantes contra o coronavírus podem ser aplicados na população de forma segura.

A quantidade representa 2,6% do total das 109,8 mil doses de vacinas da Janssen, Pfizer e AstraZeneca entregues entre sexta-feira (2) e sábado (3) ao Distrito Federal. O carregamento passou por vistoria e foi aprovado pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), após a constatação de que a temperatura não influenciou a qualidade da vacina”, informou o Ministério da Saúde no Twitter.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal publicadas pelo portal G1, as 40,1 mil doses do imunizante que haviam chegado a Brasília estavam congeladas e, no momento, “indisponíveis para uso”.

Durante a conferência das doses na Rede de Frio Central, que armazena e distribui imunizantes em Brasília, foi observado que as vacinas “estavam congeladas, abaixo da temperatura adequada”, que é de 2°C.

Segundo a empresa de aviação Latam, as doses chegaram a Brasília às 8h41 deste sábado. Elas vieram do Aeroporto Internacional de Cumbica, localizado em Guarulhos (SP).

O Distrito Federal atingiu a marca de 1.005.782 pessoas vacinadas contra a Covid-19, o equivalente a 32,46% da população.

Na sexta-feira, foram aplicadas 17.019 doses, sendo 13.942 de primeira dose, 2.960 de segunda dose e 117 dose única, com a vacina da Janssen.

Ao todo, 344.171 pessoas tomaram as duas doses da vacina contra Covid-19 na capital e 15.881 se imunizaram com a dose única.

Continue Lendo

Agenda

HOJE | Vênus e Júpiter podem ser vistos próximos em fenômeno raro

Publicado

em

Por

Vênus e Júpiter estarão mais próximos para quem observa da terra nesta quinta-feira, 11 num fenômeno raro conhecido como conjunção.

A conjunção é um fenômeno visual, segundo o professor e astrônomo amador, Maico Zorzan, membro do Clube de Astronomia Edmond Halley (Caeh).

“Quer dizer que, do ponto de vista do observador, que está na Terra, os astros parecerão estar mais próximos, mas na verdade não estão.

O que existe é um alinhamento, ou seja, estão na mesma direção, mas cada um está na sua órbita”, destacou em entrevista ao GMC Online.

O fenômeno raro se estende até a manhã de sexta-feira, 12 e graças à lua nova será visto com maior nitidez.

As conjunções poderão ser vistas no período da noite, mas o melhor horário para observar é de madrugada, próximo ao amanhecer.

Como identificar essa conjunção rara?

De acordo com o Farmer’s Almanac , o período de observação ideal é cerca de 30 minutos antes do nascer do sol em direção ao sudeste.

Nesse ponto, os planetas deveriam ter subido o suficiente acima do horizonte para serem vistos.

O sol ainda não começou a iluminar o céu, e você pode avistar Júpiter e Saturno brilhando muito próximos – apenas 0,4 graus de diferença.

Conjunções em fevereiro

No total, são 10 conjunções de planetas em fevereiro.

Vênus e saturno foram vistos próximo no último dia 06 de fevereiro, Mercúrio e a Lua, no dia 08 e a Lua com Vênus, Júpiter e Saturno nesta semana.

Veja o calendário as próximas conjunções:

13/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Netuno/Vênus e Mercúrio;

15/02/2021 – Conjunção entre Júpiter e Mercúrio;

17/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Urano;

18/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Marte;

22/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Mebsuta, estrela da constelação de Gêmeos;

23/02/2021 – Conjunção entre Saturno e Mercúrio.

Continue Lendo