Conecte-se conosco

Agenda

Confira o que você precisa saber para começar a quarta, dia 10 de maio de 2020:

Publicado

em

Covid-19: Brasil tem 38.406 mortes e 739.503 casos, TSE suspende julgamento de cassação de Bolsonaro e Mourão, OMS recua e reconhece transmissão assintomática da Covid-19, inverno no Norte e Nordeste em fevereiro e outros erros do Ministério da Saúde, Moraes manda Ministério da Saúde retomar divulgação de dados acumulados da Covid-19, Ministro da Saúde anuncia novos protocolos para tratamento da Covid-19, São Paulo tem novo recorde de mortes de coronavírus em um dia e Toffoli afirma que Forças Armadas não são ‘poder moderador’.

Covid-19: Brasil tem 38.406 mortes e 739.503 casos confirmados, dizem secretarias de Saúde

O número de casos do novo coronavírus no Brasil subiu para 739.503 e o total de mortes chega a 38.406. Os dados, divulgados na noite desta terça-feira (9), constam no painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo.

TSE suspende julgamento de cassação de Bolsonaro e Mourão

Após retomar o julgamento de ações que poderiam cassar os mandatos do presidente Jair Bolsonaro e do vice Hamilton Mourão nesta terça (9), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu o julgamento a pedido do ministro Alexandre de Moraes, que afirmou ser necessário mais tempo para analisar o caso. LEIA A MATÉRIA COMPLETA

OMS recua e reconhece transmissão assintomática da Covid-19, mas diz que falta ‘saber quanto’

Após reações de especialistas em diferentes países e de governos como o do Brasil, a OMS (Organização Mundial da Saúde) esclareceu nesta terça-feira (9) que há registros de transmissão de Covid-19 por pacientes assintomáticos, mas que ainda não se sabe a dimensão do processo. 

Covid-19: Inverno no Norte e Nordeste em fevereiro e outros erros do Ministério da Saúde

O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, recebeu diversas críticas, durante reunião técnica na Câmara, nesta terça-feira (9), as principais delas pela mudança de metodologia no registro de dados do novo coronavírus no Brasil e por declarações de que a pandemia já passou nas regiões Norte e Nordeste do país, por acompanharem o inverno do Hemisfério Norte.

Moraes manda Ministério da Saúde retomar divulgação de dados acumulados da Covid-19

O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes determinou que o Ministério da Saúde volte a divulgar em seu site os casos e óbitos acumulados do novo coronavírus como vinha fazendo até 4 de junho. Moraes acatou pedido protocolado pelos partidos Rede, PSOL e PC do B. 

Ministro da Saúde anuncia novos protocolos para tratamento da Covid-19

O Ministério da Saúde anunciou, nesta terça-feira (9), a mudança em dois protocolos relativos a testagem em massa e manejo de pacientes com coronavírus. Sem mencionar diretamente a cloroquina, o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, afirmou que os pacientes com sintomas da Covid-19 devem procurar imediatamente as unidades de saúde para diagnóstico e prescrição de medicamentos. 

Pazuello contradiz Bolsonaro e Wizard e diz que dados enviados por estados não são errados

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, disse não acreditar que os dados de casos e mortos pela Covid-19 enviados pelos estados e municípios estejam errados. A declaração, dada durante audiência na Câmara dos Deputados, contradiz o presidente Jair Bolsonaro e o empresário Carlos Wizard, que chegaram a dizer que estados estariam manipulando os dados com fins políticos.

São Paulo tem novo recorde de mortes de coronavírus em um dia

O estado de São Paulo registrou 334 mortes causadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, o maior número em um dia desde o começo da pandemia da Covid-19, segundo os dados divulgados nesta terça-feira (9). 

Toffoli afirma que Forças Armadas não são ‘poder moderador’

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, disse nesta terça-feira, em videoconferência com parlamentares de oposição, que o artigo 142 da Constituição não autoriza as Forças Armadas a atuar como um “poder moderador”. Desde que Jair Bolsonaro intensificou os ataques a ministro da Corte, apoiadores do presidente argumentam que o trecho da Carta poderia justificar uma intervenção militar contra outros poderes.

Américas têm 3,3 milhões de contaminados pelo novo coronavírus

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) alerta que o novo coronavírus continua a se disseminar muito fortemente no Brasil, no Peru e no Chile. O organismo alerta para a chegada do inverno na América do Sul e para o aumento de infecções respiratórias, que podem dificultar o diagnóstico de Covid-19. 

Brasil e outros países vão pedir reforma da OMS

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, informou hoje (9) que um grupo de países, incluindo Brasil, Austrália e membros da União Europeia, vai propor uma investigação sobre as decisões da Organização Mundial da Saúde (OMS) e um processo de reforma da entidade. Araújo disse que há, por parte do órgão, “falta de independência, de transparência e de coerência nos posicionamentos e orientações sobre aspectos essenciais” no enfrentamento à pandemia de Covid-19. 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda

Ministério da Saúde libera uso de vacinas da Janssen congeladas

Publicado

em

Por

O Ministério da Saúde liberou o uso de vacinas da Janssen armazenadas de forma imprópria

Mais de 40 mil doses do imunizante contra a Covid-19 chegaram ao Distrito Federal no sábado (3)

As vacinas estavam “congeladas, abaixo da temperatura adequada”

O Ministério da Saúde liberou o uso das doses da vacina da Janssen que chegaram congeladas ao Distrito Federal. Segundo a pasta, os imunizantes contra o coronavírus podem ser aplicados na população de forma segura.

A quantidade representa 2,6% do total das 109,8 mil doses de vacinas da Janssen, Pfizer e AstraZeneca entregues entre sexta-feira (2) e sábado (3) ao Distrito Federal. O carregamento passou por vistoria e foi aprovado pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS), após a constatação de que a temperatura não influenciou a qualidade da vacina”, informou o Ministério da Saúde no Twitter.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal publicadas pelo portal G1, as 40,1 mil doses do imunizante que haviam chegado a Brasília estavam congeladas e, no momento, “indisponíveis para uso”.

Durante a conferência das doses na Rede de Frio Central, que armazena e distribui imunizantes em Brasília, foi observado que as vacinas “estavam congeladas, abaixo da temperatura adequada”, que é de 2°C.

Segundo a empresa de aviação Latam, as doses chegaram a Brasília às 8h41 deste sábado. Elas vieram do Aeroporto Internacional de Cumbica, localizado em Guarulhos (SP).

O Distrito Federal atingiu a marca de 1.005.782 pessoas vacinadas contra a Covid-19, o equivalente a 32,46% da população.

Na sexta-feira, foram aplicadas 17.019 doses, sendo 13.942 de primeira dose, 2.960 de segunda dose e 117 dose única, com a vacina da Janssen.

Ao todo, 344.171 pessoas tomaram as duas doses da vacina contra Covid-19 na capital e 15.881 se imunizaram com a dose única.

Continue Lendo

Agenda

HOJE | Vênus e Júpiter podem ser vistos próximos em fenômeno raro

Publicado

em

Por

Vênus e Júpiter estarão mais próximos para quem observa da terra nesta quinta-feira, 11 num fenômeno raro conhecido como conjunção.

A conjunção é um fenômeno visual, segundo o professor e astrônomo amador, Maico Zorzan, membro do Clube de Astronomia Edmond Halley (Caeh).

“Quer dizer que, do ponto de vista do observador, que está na Terra, os astros parecerão estar mais próximos, mas na verdade não estão.

O que existe é um alinhamento, ou seja, estão na mesma direção, mas cada um está na sua órbita”, destacou em entrevista ao GMC Online.

O fenômeno raro se estende até a manhã de sexta-feira, 12 e graças à lua nova será visto com maior nitidez.

As conjunções poderão ser vistas no período da noite, mas o melhor horário para observar é de madrugada, próximo ao amanhecer.

Como identificar essa conjunção rara?

De acordo com o Farmer’s Almanac , o período de observação ideal é cerca de 30 minutos antes do nascer do sol em direção ao sudeste.

Nesse ponto, os planetas deveriam ter subido o suficiente acima do horizonte para serem vistos.

O sol ainda não começou a iluminar o céu, e você pode avistar Júpiter e Saturno brilhando muito próximos – apenas 0,4 graus de diferença.

Conjunções em fevereiro

No total, são 10 conjunções de planetas em fevereiro.

Vênus e saturno foram vistos próximo no último dia 06 de fevereiro, Mercúrio e a Lua, no dia 08 e a Lua com Vênus, Júpiter e Saturno nesta semana.

Veja o calendário as próximas conjunções:

13/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Netuno/Vênus e Mercúrio;

15/02/2021 – Conjunção entre Júpiter e Mercúrio;

17/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Urano;

18/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Marte;

22/02/2021 – Conjunção entre a Lua e Mebsuta, estrela da constelação de Gêmeos;

23/02/2021 – Conjunção entre Saturno e Mercúrio.

Continue Lendo