Conecte-se conosco

Mundo

Conheça a linha do novo IPhone 11 lançada hoje (10) pela Apple

Publicado

em

As novas versões da linha de celulares da Apple foram anunciadas nesta terça-feira (10) deixando o número romano de lado (olá, iPhone X) e a sopa de letrinhas dos modelos de 2018

A empresa preferiu usar iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max como nomes para seus três novos aparelhos. Os preços para o Brasil ainda não foram divulgados, assim como a data de lançamento, mas, nos Estados Unidos, o modelo mais básico custará US$ 699, valor, um pouco abaixo da versão XR, que chegou ao mundo custando US$ 749 no ano passado.

A grande novidade dos aparelhos é que agora as versões “Pro” funcionam com uma câmera tripla. Pois é, a Apple se rendeu e adotou um recurso já bem utilizado
Design O design mudou muito na parte de trás dos iPhones, o que confirma os rumores que circularem antes do anúncio oficial. A alteração foi feita para encaixar a terceira lente nos modelos “Pro” e acomodar um sensor na versão tradicional. Com isso, um quadrado no canto superior à esquerda passa a abrigar todas as câmeras e o flash. O iPhone 11 estará disponível em seis cores: roxo, verde, preto, branco, dourado e vermelho. Já os iPhones 11 Pro e Pro Max virão em quatro cores: verde, cinza, prata e dourado.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Mãe de filha de Floyd desaba e chora: ‘Ele era bom, e não poderá levá-la ao altar’

Publicado

em

Por

George Floyd, morto após ter o pescoço pressionado por um policial nos Estados Unidos, deixou uma filha: Gianna. A mãe da menina se emocionou muito hoje, chorou e lamentou pelo fato de que ele não poderá ver a garota crescer e levá-la ao altar. “Eu não consigo organizar as minhas palavras agora, mas eu quero que todo mundo saiba que foi isso que aqueles policiais tiraram. No fim do dia, eles podem ir para casa e ver suas famílias. Gianna não tem mais pai. Ele nunca a verá crescer, se formar”, disse Roxie Washington

Ele nunca poderá levá-la para o altar [se Gianna se casar um dia]. Se ela tiver um problema e precisar do pai, ela não terá mais isso. Eu estou aqui pela minha bebê e estou aqui pelo George. Quero que seja feita justiça por ele”, acrescentou a mãe. Ela defendeu a honra de George como um homem inocente, que não merecia ter sido tratada daquela forma pelos policiais. “Eu quero justiça porque ele era bom. Não importa o que todos pensam, ele era bom”, afirmou a mulher, visivelmente emocionada. “Ele ficou tão feliz quando ela [Gianna] nasceu. Ele dormiu durante boa parte do meu trabalho de parto, mas se levantou rapidamente quando a ouviu chorar. Eu ainda tenho a imagem na memória

Continue Lendo

Mundo

Escalada de tensão aumenta nos EUA no 5º dia de protestos após a morte de George Floyd por policial

Publicado

em

Por

Após início pacífico, manifestantes incendiaram carros e entraram em choque com policiais em várias partes dos EUA. Governadores pedem reforço da Guarda Nacional, e prefeituras de diversas cidades, inclusive Los Angeles, impuseram toque de recolher.

Pelo 5º dia seguido, manifestantes voltaram a ocupar ruas de cidades em várias partes dos Estados Unidos em protestos contra o racismo após a morte do ex-segurança George Floyd durante uma abordagem policial em Minneapolis.

A escalada de tensão iniciada já na tarde de sábado (30) tomou proporções ainda maiores na madrugada deste domingo (31), quando os manifestantes desafiaram o toque de recolher imposto em pelo menos 7 cidades americanas, como Los Angeles e Minneapolis.

Na cidade onde Floyd foi sufocado por um policial e morreu, manifestantes atearam fogo em um prédio dos correios, e continuaram nas ruas, mesmo com a ordem do prefeito Jacob Frey para que voltassem para casa. A polícia fortemente armada reforçou a presença na cidade.

Por causa da violência, o presidente Donald Trump afirmou no Twitter que enviou militares para conter o vandalismo em Minneapolis, e criticou o prefeito democrata. “Se ela [Guarda Nacional] tivesse sido acionada há dois dias, não teria havido tantos estragos”.

Continue Lendo