Conecte-se conosco

Brasil

Discurso de Bolsnaro na ONU é o assunto mais comentado no mundo. A hashtag #BolsonaronaONU atingiu o primeiro lugar

Publicado

em

– A hashtag #BolsonaronaONU atingiu o primeiro lugar entre os assuntos mais comentados no mundo após o discurso do presidente Jair Bolsonaro, na abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York (EUA). No Brasil, o assunto também é o primeiro lugar entre os Trending Topics, enquanto UNGA (Assembleia Geral da ONU, em inglês) ocupa a segunda posição e “foro de São Paulo”, organização mencionada por Bolsonaro em seu discurso, ocupa o oitavo lugar.

Importantes personagens do mundo político se pronunciaram sobre o assunto como o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, que foi mencionado por Bolsonaro como símbolo do combate à corrupção. “Discurso assertivo na ONU, pontos essenciais, soberania, liberdade, democracia, abertura econômica, preservação da Amazônia, oportunidades e desenvolvimento para a população brasileira”, tuitou o ministro.

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o presidente Bolsonaro fez discurso “altivo, corajoso, verdadeiro e soberano, reafirmou seu compromisso com valores e princípios, tais como a liberdade, democracia, família e liberdade religiosa. Honrou a tradição brasileira na ONU”, comentou.

Um dos filhos do presidente, deputado federal e candidato a embaixador do Brasil nos Estados Unidos, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) retuitou um comentário do chanceler cubano Bruno Rodríguez, no qual o diplomata afirma rejeitar categoricamente as falas de Bolsonaro sobre Cuba. “Se o chanceler cubano está reclamando é porque foi bom, é nosso comunistômetro”, comentou Eduardo. (Agência Estado)

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

O que você precisa saber para começar bem informado a segunda-feira

Publicado

em

Por

Bolsonaro estuda recriar Ministério da Cultura para ter atriz Regina Duarte no governo –ela deve se reunir com ele nesta segunda (20) para responder convite à Cultura; pensões a menos de 200 mulheres solteiras, pelo Congresso, custa R$ 30 mi ao ano aos cofres do contribuinte; número dois da ministra Damares Alves acumula posto em conselho na Casa da Moeda e receberá, por reunião mensal, R$ 4,5 mil; mulher negra é acusada por passageiros de ônibus em Curitiba de furto, mas carteira reclamada estava com outra mulher, de pele branca.

Por atriz, Bolsonaro estuda recriação do MinC
O presidente Jair Bolsonaro avalia recriar o Ministério da Cultura para abrigar a atriz Regina Duarte no governo federal. A informação é de interlocutores do Palácio do Planalto. Dentro do governo, há um entendimento de que o nome da atriz é muito reconhecido para um status de secretaria — comandada até semana passada pelo dramaturgo Roberto Alvim. Ele foi demitido do cargo após protagonizar um vídeo com referências nazistas. Bolsonaro esperava para este sábado uma resposta da atriz ao convite, mas ela pediu uma reunião pessoal com ele para discutir o acordo. O encontro deve acontecer nesta segunda-feira (20), no Rio, uma vez que o presidente já tinha agendas marcadas na capital fluminense: às 10h, se encontra com o prefeito Marcelo Crivella.

Pensões a mulheres “solteiras” custam R$ 30 mi
Pensões mensais de até R$ 35 mil são pagas atualmente pela Câmara e pelo Senado brasileiros a filhas solteiras de ex-parlamentares e ex-servidores. A medida é prevista em uma lei sancionada por Juscelino Kubitschek em março de 1958, de modo que o benefício atende até hoje 194 mulheres e custa, por ano, R$ 30 milhões – o equivalente ao dinheiro necessário para construir 500 casas populares do Minha Casa Minha Vida. Embora a norma tenha sido derrubada em 1990, o privilégio para quem já estava na folha de pagamento acabou mantido.

Conselheira de Damares na Casa da Moeda
A economista Tatiana Alvarenga, atualmente número dois da ministra Damares Alves, parece estar em alta no governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido): ela acabou de ser nomeada pelo ex-capitão para o Conselho Fiscal da Casa da Moeda, em cujo colegiado tomou posse em novembro passado. A auxiliar de Damares recebe R$ 4,5 mil a cada reunião mensal – concomitantemente ao posto no ministério da pastora.

Prejuízo com feriadões?
A CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) calculou que os feriados nacionais de todo o ano de 2020 devem causar um prejuízo de R$ 19,6 bilhões ao comércio varejista este ano – que terá mais feriados nacionais em dias úteis do que ocorreu em 2019. No ano passado, o comércio varejista e atacadista teve um prejuízo de R$ 17,4 bilhões com os feriados nacionais. “Embora tenda a favorecer atividades econômicas específicas como aquelas típicas do turismo, para a maioria dos demais setores da economia a maior incidência de feriados em dias normalmente úteis tende a gerar prejuízos por conta da queda do nível de atividade ou pela elevação dos custos de operação”, explicou o economista Fabio Bentes, em relatório.

Suspeita de racismo em Curitiba
Uma mulher negra foi erroneamente acusada por outros passageiros de ter furtado a carteira de uma idosa dentro de um ônibus em Curitiba. O vídeo da cena viralizou nas redes sociais e foi registrado na última quinta-feira (16), por volta das 12h40, em um biarticulado da linha Santa Cândida x Capão Raso, próximo ao Shopping Estação. Na ocasião, policiais militares chegaram a revistar a bolsa da mulher, que não quis falar com a imprensa, tampouco, registrar boletim de ocorrência. O vídeo, que até a noite deste sábado (18) já tinha mais de 77 mil visualizações, mostra os passageiros acusando a mulher negra até que, após cinco minutos de confusão, o item roubado foi encontrado, mas com outra passageira, de pele branca, da qual não haviam suspeitado.

Portugal oferece incentivos para reaver portugueses
Em função de uma queda no número de habitantes e de mais de 2,6 milhões de portugueses morando em outros países, Portugal passou a oferecer uma série de incentivos para que seus cidadãos voltem a morar no país. A iniciativa foi formalizada no Programa Regressar, por meio do qual o governo paga até 6.536 euros (aproximadamente R$ 30 mil) para portugueses e seus familiares interessados em se mudar para Portugal. Com esse valor, o governo busca dar ajuda financeira e cobrir custos com viagem, mudança e documentação. Quem adere ao programa tem outros benefícios, como desconto no Imposto de Renda, cotas para universidades, financiamentos especiais e apoio para procurar trabalho.

Lula e Flávio Dino se reúnem
Na tentativa de se formar uma frente ampla de partidos e lideranças empresariais contra o grupo de Jair Bolsonaro (sem partido), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), tiveram uma reunião nesse sábado (18).

Instabilidade no WhatsApp
Usuários publicaram diversas mensagens na manhã desse domingo (19) sobre problemas no envio de áudios, fotos e figurinhas pelo aplicativo Whatsapp. O site Downdetector, que registra esse tipo de reclamação, indicava quase 7 mil notificações por volta de 9h59. Mesmo quem conseguiu enviar arquivos de mídia disse que o destinatário não conseguiu concluir o download do material. O problema acontece com usuários de sistemas Android, iOS e com quem utiliza o aplicativo no desktop.

Continue Lendo

Brasil

2020 | Brasil ultrapassará EUA como maior produtor de soja

Publicado

em

Por

O Brasil deve se tornar o principal produtor mundial de soja, ultrapassando os Estados Unidos, de acordo com um relatório da Rede Global de Informações Agrícolas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Durante a temporada 2019/2020, a previsão de área plantada de soja no Brasil é revisada em até 36,8 milhões de hectares.

No entanto, o relatório disse que há muita incerteza quanto à demanda chinesa devido ao surto generalizado de febre suína africana (PSF), que reduziu o rebanho suíno da China e diminui suas necessidades alimentares. “Além disso, os produtores estão seguindo profundamente a trégua comercial emergente entre os EUA e a China.

Eles estão cientes de que um acordo comercial entre Washington e Pequim quase certamente diminuirá as exportações brasileiras e exercerá pressão descendente sobre os preços da soja no Brasil”, indica o texto.

Nesse cenário, o texto prevê que a safra de soja 2019/2020 do Brasil seja uma safra recorde de 123,5 milhões de toneladas em comparação com o recorde anterior na temporada 2017/2018 de 122 milhões de toneladas. Em comparação, a Estimativa Mundial da Oferta e Demanda Agrícola (WASDE), emitida pelo USDA, espera que a colheita de soja nos EUA seja inferior a 100 milhões de toneladas em 2019/2020, uma queda de 20% em relação à temporada anterior.

O mau tempo afetou negativamente a safra de soja dos EUA, tanto na área plantada quanto na produtividade. No ano de 2019-2020, o Brasil prevê exportar 75 milhões de toneladas de soja, mas o relatório espera uma redução na demanda da China devido ao surto de ASF e um possível acordo comercial entre os Estados Unidos e a China.

Continue Lendo