Conecte-se conosco

Mundo

EUA quebra novo recorde mundial com 4 mil mortes por Covid-19 em 24 horas

Publicado

em

Os Estados Unidos registraram quase 4 mil mortes por Covid-19 nesta quinta-feira (7), segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Os 3.998 óbitos em 24 horas são o maior número contabilizado por um país até agora no mundo. A universidade aponta ainda que houve 265.246 novos casos.

País com a maior quantidade de vítimas, os Estados Unidos têm mais de 365 mil mortes desde o início da pandemia. O Brasil é o segundo, com 200 mil óbitos.

As contagens diárias de mortes nos Estados Unidos já são maiores do que as registradas durante a primeira onda da pandemia, entre março e abril de 2020, quando o país tinha – em média – 2 mil óbitos a cada 24 horas.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Homem à beira da morte em coma com Covid, surpreende médicos ao acordar com a voz da esposa: “levanta daí, meu bem?”

Publicado

em

Por

O poder do amor! Um homem que ficou dois meses em coma disse que “acordou” após ouvir a voz da esposa: “levanta daí, meu bem?

Don Gillmer tem 43 anos e foi hospitalizado poucos dias depois de testar positivo para a Covid-19. Os médicos da Carolina do Sul, nos EUA, tiveram que colocá-lo em coma induzido e chamaram o pai e a esposa dele, Lacy.

“Eu disse que ele estava indo muito bem, que eles estavam cuidando muito bem dele. Ele estava em mãos incríveis”, contou Lacy à estação de notícias WKRC.

Don Gillmer disse que ouviu a esposa falando com ele e que as palavras dela ajudaram a salvá-lo: “Juro que ouvi a voz dela e, quando ela saiu, eu estava estável. Ela é meu anjo, você sabe. Ela é a razão de eu estar aqui.”, afirmou Don.

O caso de Don era grave.

“Recebi plasma convalescente duas vezes, Remdesevir, [mas] nada estava funcionando. Nada estava ajudando a me recuperar. Nunca vou esquecer quando eles chegaram com os papéis que eu precisava assinar para entrar em um respirador. Isso me assustou.”

Agora, curado, ele se recupera aos poucos. Depois de semanas aprendendo a andar novamente, Don Gillmer finalmente teve alta.

Ele ainda faz fisioterapia duas vezes por semana – o que, segundo ele, não conseguiria sem o apoio da esposa.

“Eu penso em como ela dirigiu para o hospital na noite em que disseram a ela que eu não poderia sair”, disse ele.

E Don agradeceu ao amor da vida dele e afirmou que a força dela o trouxe de volta: “eu não sei se poderia ter sido tão forte quanto ela”, concluiu.

Continue Lendo

Mundo

VÍDEO | Veja cenas do incêndio que atingiu maior fábrica de vacinas do mundo na Índia

Publicado

em

Por

Vídeo postado pela Gazeta

Continue Lendo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com