Conecte-se conosco

Agenda

Experiência portuguesa em Goiânia no dia 1º de abril

Publicado

em

Experiência portuguesa

No dia 01 de Abril, acontece no Castro’s Park Hotel, o evento que faz parte do projeto “Roadshow 2020 – Vinhos de Portugal”. Além da capital goiana, Belo Horizonte e Brasília também recebem as outras etapas do evento, tendo assim oportunidade de descobrir a riqueza dos sabores proporcionados pelos vinhos portugueses.

O evento começa das 16h às 21h com um Masterclass para profissionais convidados com o orador José Luís Pinheiro, que possui no currículo diploma em Vinhos e Destilados pela WSET, em Londres, Masters of Wine Student, entre outros . Para os apaixonados por vinhos haverá uma degustação das com 180 rótulos de vinhos portugueses das 18h30 às 21h. Ao mesmo tempo em que acontecem as degustações, o evento contará também com o “Wine Game”.

A proposta inclui três mesas onde os participantes terão que identificar os principais aromas do vinho, regiões e as uvas presentes em cada vinho. Os vencedores receberão brindes.  

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda

Pepê Santos faz live em comemoração ao Dia dos Namorados

Em comemoração ao Dia dos Namorados, Pepê Santos fará uma live show, às 20h, no dia 11 de junho, em seu canal do Youtube. Além de músicas autorais e do repertório de sucesso, ele trará também músicas de diversos cantores sertanejos. 

Publicado

em

Por

Pepê é natural de Minas Gerais, canta e atua desde os 6 anos de idade. Participou do The Voice Kids com 14 anos, depois ficou em turnê no musical do Ayrton Senna pelo sudeste. Em abril, lançou seu primeiro EP chamado “Vêm Comigo” com 6 músicas e já teve mais de 200 mil plays no Spofity.

Continue Lendo

Agenda

O desafio de ampliar alcance dos testes do COVID-19 para o Brasil

Publicado

em

Por

Decorridos quatro meses da presença do coronavírus no país, ainda vivemos uma curva ascendente de casos e óbitos. O isolamento, importantíssimo para evitar superlotação dos hospitais e o colapso do sistema de saúde no curto prazo, é naturalmente uma medida transitória, já que exige ponderar o momento da pandemia, os recursos disponíveis no sistema e os impactos indiretos na sociedade.

Esse desafiador equilíbrio indica o desenvolvimento de estratégias de afrouxamento do isolamento social para a retomada gradual da atividade econômica — e isso precisa acontecer de forma planejada, segura, com decisões pautadas por informações científicas. E elas virão, em grande parte, da medicina laboratorial.

A pandemia de Sars-CoV-2 tornou os testes diagnósticos o principal pilar para o manejo adequado da doença, não apenas no âmbito médico mas também no social e econômico.

Entre os especialistas, temos um consenso da importância de identificar portadores (com e sem sintomas), mantê-los em quarentena, descobrir quem teve contato e, sobretudo, conservar os cuidados com higiene e uso de máscaras em ambientes públicos.

Para o diagnóstico da Covid-19, existem diferentes metodologias de exames, que cumprem diferentes papéis no decorrer do tempo e da curva de infecção. A ferramenta de escolha com maior valor para o diagnóstico no momento agudo da pandemia é o teste molecular de RT-PCR, que identifica a carga genética do vírus desde os primeiros dias da infecção, permitindo uma ação rápida sobre os pacientes identificados.

Trata-se de exames de execução complexa, que utilizam equipamentos sofisticados e reagentes disputados pelo mundo todo.

Além de desenvolver e disponibilizar um amplo portfólio de exames a seus pacientes, a Dasa se mobilizou com o chamamento do Ministério da Saúde e anunciou a criação do Centro de Diagnóstico Emergencial para Covid-19 (CDE-COVID-19). Ele nasce a partir da doação do processamento de 3 milhões de exames de RT-PCR à população brasileira.

O desafio é crescer a produção de 4 mil testes por dia para até 30 mil testes por dia. Essa capacidade pode tornar o CDE-COVID-19 a maior operação do mundo, talvez superior até que a da China, que é produtora de insumos e autossuficiente em testes moleculares.

O primeiro esforço, agora, é identificar as tecnologias disponíveis no curto prazo que sejam capazes de suprir essa expressiva demanda durante os próximos seis meses. A enorme linha de produção criada para o CDE-COVID-19 receberá diariamente amostras coletadas em todo o Brasil para processamento, em média em 24 horas.

A operação de processamento dos exames está prevista para começar em 18 de maio, com equipe de especialistas vindos da Dasa e dedicados exclusivamente para atuar nesse centro.

Nosso envolvimento, que é uma doação e não envolve nenhuma remuneração, tem caráter científico e social. É um esforço coordenado e organizado, que está em sintonia com a nossa visão de cuidar da saúde das pessoas. O momento é de união para contribuirmos com o nosso Brasil e para superarmos, juntos e de forma segura e responsável, essa imprevisível turbulência.

Continue Lendo