Conecte-se conosco

Agenda

GALERIA ART PLENA | Sandro Torres apresenta série ‘Eu Sou o que Eu Não Seria’. Veja algumas obras em destaque

Publicado

em

A partir de materiais armazenados e reaproveitados no atelier do artista plástico Sandro Tôorres, começa hoje, dia 1º de julho e sege até o próximo dia 15 de agosto a exposição Eu Sou o que Eu Não Seria, constituída de objetos confeccionados durante o período de isolamento e distanciamento social – entre março e maio deste ano – durante a pandemia de Covid-19.   

 Sandro explica que o conceito que permeou a série foi o desvelar dos significados. “Já faz parte do cotidiano do artista se valer de materiais, referências, repertório e inspirações para caminhar no fazer artístico e almejar a criação, perseguindo o ineditismo, o registro do seu tempo e a autossatisfação”.

Nesse momento de reclusão compulsória e introspecção, o processo de criação passou por uma reformatação, excluindo supérfluos e incluindo uma conotação da necessidade absoluta e premente, Criar passou a ser, além do aspecto romântico e diletante, a urgente dose de humanidade de que o mundo tanto tem necessitado, apesar de imprecisa e abstrata no sentido da intangibilidade. Alguns ingredientes do fazer artístico foram reformulados e passaram a se apresentar, inclusive para o artista, de forma ressignificada. Principalmente no que diz respeito ao uso e ao aproveitamento de materiais disponíveis.

A série Eu Sou o que Eu Não Seria é composta pelos dez pequenos objetos tridimensionais, com narrativas contextualizadas nas aspirações e nas pulsões humanas, a partir de material armazenado (absolutamente nada foi adquirido a partir de março, início do isolamento social); muitos objetos partiram de outros objetos desconstruídos ou suportes adaptados. “Cada objeto possui uma carga emocional e uma ironia própria na forma e/ou no conteúdo”, define Sandro. E ele continua: “os afetos, os anseios e as frustrações são os ingredientes complementares e determinantes, por fim”.

Há uma grande quantidade de discussões, debates e reflexões sobre como será o mundo, as reconfigurações culturais, o impacto em cada setor social e, sobretudo, como será a produção de arte pós-pandemia. Algo certamente não mudará: o afã do artista em se colocar entre os temas que se apresentam e a sociedade, ou seja, a tradução dos códigos dos saberes e fazeres humanos, passando pelo filtro da razão e da emoção individual Eu Sou o que Eu Não Seria, mas jamais deixaremos de ser o que deveríamos ser.

 

SERVIÇO:

Artista: Sandro Tôrres

Exposição da Série: Eu Sou o que Eu Não Seria – Dez objetos escultóricos de medidas variadas, produzidos em 2020

Local: Arte Plena Casa Galeria – Rua 89, nº 546 – Setor Sul – Goiânia-GO – Fone: 98414-9617 (Agendamentos via direct Instagram)

Período: 1º de julho a 15 de agosto de 2020

Instagram: @arteplena.casagaleria/@sandrotorres23 

E-mail: arteplenacultural@gmail.com

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda

Aparecida Shopping cria janela interativa para os pequenos

Publicado

em

Por

Com intuito de informar, divertir e matar a saudade dos personagens infantis, o Aparecida Shopping cria “Janela Interativa” que tem o objetivo de reaproximar os clientes mirins dos seus personagens favoritos, além de passar as principais informações contra o novo Coronavírus. ”A ideia do shopping é, de maneira leve e descontraída passar os cuidados que precisam ser adotados, com muito carinho”.  conta o coordenador de Marketing, Lucio Felipe Ribeiro.

A tela de LED de 55 polegadas fica em um dos corredores do centro de compras e contará com uma programação mensal, cada mês um personagem diferente. No mês de julho e agosto a personagem Rapunzel foi a escolhida (para lembrar aos pequenos que na história infantil mora em uma torre de onde não pode sair).

O projeto interativo ainda conta com algumas ações de entrega de revistinha para colorir em casa, e dicas de brincadeiras infantis direto do instagram do Shopping.

 

Continue Lendo

Agenda

Vitamina D pode prevenir covid-19? É preciso suplementar em isolamento? Veja estas e outras dúvida

Publicado

em

Por

Importante para garantir a saúde dos ossos, a vitamina D é produzida, em sua maior parte, a partir da exposição solar. Em porções menores, é encontrada em alimentos como peixes gordurosos e ovos, por exemplo. Para além disso, a vitamina D parece exercer um papel importante no sistema imunológico humano e, conforme sugerem alguns estudos, teria algum efeito protetor sobre o sistema respiratório. A partir daí, pesquisadores passaram a investigar uma possível associação dos níveis médios da substância com a mortalidade da covid-19.   

Abaixo, reunimos algumas informações importantes sobre a vitamina, problemas causados pela sua deficiência e o que se sabe até agora sobre a relação que tem com a infecção por coronavírus. Confira:   

O que é a vitamina D?   

A endocrinologista Luciana Schreiner, professora da Escola de Medicina da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), explica que a vitamina D atua quase como um hormônio:   

 —  Ela regula o metabolismo de cálcio no organismo. Estão tentando comprovar questões ligadas à imunidade, como papel de impedir a proliferação de vírus e bactérias.   

Flavio Luz, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), completa:   

 —  Apesar de algumas evidências de efeito positivo no sistema imunológico, isso está longe de ter comprovação. O que temos como certo é que ela é fundamental para a mineralização dos ossos, o que significa evitar o raquitismo nas crianças e osteoporose nos adultos. 

 

Como ela é produzida?   

A vitamina D pode ser encontrada em alguns alimentos como salmão, por exemplo, no entanto, a quantidade é bem pequena, diz Luciana. Portanto, a maneira mais recomendada para metabolizá-la é pela exposição aos raios ultravioleta B.   

Embora o assunto gere controvérsias, o dermatologista garante que a exposição deve ser feita com filtro solar.   

 —  O uso de protetor de maneira habitual não reduz a síntese de vitamina D, e a carência dela não deve ser um obstáculo para o uso do produto  —  afirma, acrescentando que um estudo publicado nos anais da SBD mostrou que a síntese é igual em indivíduos com e sem filtro.   

Continue Lendo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com