Conecte-se conosco

Estado

Goiás avança uma posição no Ranking de Competitividade 2020

Publicado

em

Goiás avançou uma colocação no Ranking de Competitividade dos Estados em 2020. Relatório divulgado nesta quinta-feira (17/09), pelo Centro de Liderança Pública (CLP), mostra o Estado com média de 47,2 e na 12ª posição numa escala que abrange todas as 27 unidades federativas. A melhora do cenário goiano em relação ao ano passado teve como destaque a reação na infraestrutura, potencial de mercado e inovação.

Divulgado anualmente desde 2011, o ranking analisa 68 indicadores considerados essenciais para a promoção da competitividade no âmbito da gestão pública. Eles são distribuídos em 10 pilares temáticos: infraestrutura, sustentabilidade social, segurança pública, educação, solidez fiscal, eficiência da máquina pública, capital humano, sustentabilidade ambiental, potencial de mercado e inovação.

No relatório, entre os destaques regionais de Goiás está o pilar potencial de mercado. Nessa área, a nota goiana é 37,6, pontuação acima inclusive da média nacional: 35,9. Nesse cenário, o Estado avançou cinco posições em relação a 2019, ficando em 11º lugar. Os dados consideram o tamanho e a dinâmica do Produto Interno Bruto (PIB) de cada Estado, e ainda o crescimento potencial da força de trabalho.

As estratégias econômicas adotadas pelo Governo de Goiás incluem a atração de grandes e médios investimentos associados à melhoria na infraestrutura, a ampliação e requalificação dos modais de transporte, com ênfase para o ferroviário, e internacionalização do aeroporto de Goiânia.

Outra iniciativa foi o estabelecimento de políticas de incentivos fiscais mais vantajosas para regiões de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e financiamentos pelo Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO).

Já na infraestrutura, Goiás saltou da 22ª posição no ranking, no ano passado, para a 17ª em 2020. A nota local alcançada nesse quesito, de 38,6, é a maior dos últimos três anos, segundo estatística do próprio CLP. Foram dados pesos maiores aos indicadores de qualidade das rodovias, e Goiás atingiu a nota 3,4 na pontuação, alcançando a sétima melhor marca neste quesito. Em relação à qualidade das rodovias, o Estado subiu nove posições em relação ao ano anterior.

A Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) atribui a melhoria do desempenho às medidas adotadas, como o rigor na gestão dos contratos, a otimização da utilização dos recursos financeiros, o foco na manutenção da malha rodoviária estadual e, ainda, os investimentos em implantação e restauração de rodovias estratégicas.

No campo da inovação, o Estado ganhou três colocações e ficou em 20º. A nota atual nesse pilar é 24,6, cenário bem diferente das edições anteriores: 16,6 em 2019, 12,6 em 2018, e 11,7 em 2017.

A subida no ranking nesse pilar é reflexo das ações que o Governo de Goiás desenvolve, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi). Entre os exemplos está a realização da Campus Party. Também contribui o fato de Goiás ter hoje mais de 100 startups ativas e o Estado ser o segundo maior polo de inovação do Centro-Oeste.

Além disso, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), jurisdicionada à Sedi, também fomenta a ciência, a tecnologia e a inovação no Estado, com o financiamento de trabalhos nessas áreas e o incentivo à capacitação de recursos humanos, por meio de bolsas em diversos níveis de formação, e realização de parcerias com órgãos de fomento à pesquisa e com entidades científicas de todo o mundo.

*Destaques*

Entre os 10 pilares temáticos avaliados para a construção do relatório, a sustentabilidade ambiental representa o melhor índice local, já que coloca Goiás em quinto lugar. A nota é de 74,0, enquanto a média do Brasil é de apenas 54,8.

Ainda assim, em comparação ao ano passado, Goiás registrou queda de uma posição nesse pilar. A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) acredita que o recuo no ranking tenha se dado boa parte em função do aumento do número de focos de incêndio que ocorreu no ano passado. Esclarece, porém, que há uma ação do Estado de Goiás para realizar a prevenção, especialmente nas unidades de conservação. Em 2020, por exemplo, já houve grande ampliação desta proteção.

Em sustentabilidade social o Estado ficou com a 11ª posição, com nota 64,7. A média nacional é 47,1. Esse quesito avalia tudo o que a atual gestão estadual vem trabalhando para erradicar, como a desigualdade de renda, a inadequação de moradia, falta de acesso a saneamento básico, entre outros. Tal trabalho é promovido via Gabinete de Políticas Sociais, comandado pela primeira-dama Gracinha Caiado, com foco nos municípios mais vulneráveis.

Na educação, o Estado ficou em oitavo lugar. Nesse caso, também está acima da média nacional: 59,6, ante 43,1. A nota é uma somatória de fatores, como avaliação da educação, o índice de oportunidades e a taxa de frequência dos alunos.

Nesta semana, a educação goiana conquistou mais um reconhecimento por atingir a maior nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na avaliação do ensino médio, com 4,8, patamar superior ao registrado nacionalmente, de 4,2. Também foi a única unidade da Federação a bater a meta individual estipulada para 2019.

*Avanços*

As ações do governo de Goiás deixam a economia do Estado mais dinâmica, o que já provocou a chegada de novos investimentos e a perspectiva de um ciclo virtuoso de desenvolvimento.

Na indústria, Goiás apresentou números positivos nos três últimos levantamentos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): crescimento de 2,5% (julho), 2,3% (junho) e 1,4% (maio).

Goiás também passou a ocupar o primeiro lugar do Brasil no que diz respeito ao tempo para abertura de uma empresa. De acordo com dados do segundo quadrimestre de 2020 do Mapa de Empresa, o prazo para criação de empreendimento no Estado é de 1 dia e 1 hora, queda de 11 horas (30,6%) em relação ao primeiro quadrimestre deste ano.

O Governo de Goiás destaca, ainda, que busca desde o início da gestão a melhoria das condições financeiras para o Estado. Resultados desse trabalho já são colhidos. Exemplo recente foi o Relatório da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), do Ministério da Economia, que mostra que Goiás foi o Estado com maior redução de despesas no País, em 2020. De janeiro a junho, a queda nos gastos públicos alcançou 8% em comparação ao mesmo período do ano passado, apesar de todos os recursos investidos no enfrentamento à pandemia de Covid-19, desde março último.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Caiado anuncia criação do Grupo Especial de Investigação em Estupros

Novidade foi divulgada durante inauguração da Sala Lilás na 1ª Coordenação Regional de Polícia Técnico-Científica e entrega de 250 pistolas, em Aparecida de Goiânia. “Não vou admitir qualquer nível de agressão contra mulher em nosso Estado. É uma ordem de governo”, pontua governador

Publicado

em

Por

O governador Ronaldo Caiado anunciou a criação do Grupo Especial de Investigação em Estupros, na manhã desta sexta-feira (23/10), quando inaugurou a Sala Lilás na 1ª Coordenação Regional de Polícia Técnico-Científica (1ªCRPTC–Aparecida), em Aparecida de Goiânia. Em funcionamento desde a quarta-feira (21/10), o grupo foi criado mediante portaria assinada pelo delegado-geral da Polícia Civil, Odair José Soares.

“Não vou admitir qualquer nível de agressão contra mulher em nosso Estado. Já nomeei o delegado que vai tratar única e exclusivamente de estupradores. É uma ordem de governo”, afirmou o governador, que também entregou 250 pistolas para uso imediato de policiais da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC).

“Faço um apelo à sociedade. Se souberem de qualquer caso, façam chegar informação à polícia”, clamou o governador. “Temos que fazer um tratamento corretivo, à altura, para que as pessoas não tenham a sensação de impunidade”, completou. Para isso, salientou a importância de equipar policiais para que possam atuar com segurança e dignidade.

“Um policial não ter arma é o mesmo que um cirurgião sem bisturi. E a Polícia Científica, como polícia, tem que proteger. Ela é vítima muitas vezes de ataques e não pode se expor sem ter condição de legítima defesa”, ponderou Caiado. “Coisa que nunca tinha ocorrido em nenhuma outra gestão”, declarou o superintendente da Polícia Técnico-Científica de Goiás, Marcos Egberto Brasil de Melo, sobre a entrega de armas aos peritos.

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, ressaltou a importância de o Estado estar cada vez mais à frente no combate à violência contra a mulher, dadas as particularidades deste tipo de crime. “É cometido dentro de casa, do lar, em locais fechados, onde a prevenção é muito difícil. Eu não aceito a alegação de que isso é cultural. Isso não existe. Existe covardia, e a covardia está sendo enfrentada pelo governador Ronaldo Caiado. As pessoas que, por ventura, quiserem cometer esse tipo de crime vão ter de pagar”, completou Rodney.

Coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado relembrou o lançamento do Pacto Goiano pelo Fim da Violência Contra a Mulher, em novembro do ano passado, que catalisou um conjunto de medidas efetivas para proteger mulheres vítimas de violência.

Gracinha citou um levantamento que aponta que 52% das mulheres não denunciam o agressor ou não procuram ajuda. “Queremos dizer a todas as goianas que estão em alguma situação de violência que existe sim uma saída para ela. Estamos aqui para reafirmar que agressividade não é amor. Humilhação, xingamento, violência não é amor”, pontuou. “Hoje, em Goiás, em briga de marido e mulher não se mete a colher, se mete a algema”, completou.

Titular da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), Lúcia Vânia parabenizou Caiado por sua sensibilidade. “O governador tem mostrado ser um grande incentivador da mulher brasileira e goiana”, disse.

Entre os representantes do Legislativo, o deputado estadual Rafael Gouveia destacou que a área da segurança pública tem sido uma referência nacional na gestão Caiado. “Temos uma Polícia Técnico-Científica muito capacitada, o que é essencial para os avanços dos índices de segurança, pois sem eles muitos crimes cometidos não seriam desvendados”. Já deputado federal Zacharias Calil se disse “orgulhoso” do progresso que tem ocorrido no Estado. “Hoje temos uma luz”, afirmou.

*Sala Lilás*

Com atuação no âmbito da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC) da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o espaço de 40 metros quadrados dispõe de estrutura organizacional semelhante à de Goiânia, que entrou em funcionamento em 2019. Visa garantir atendimento de forma qualitativa a todas as mulheres e crianças vítimas de violência e evitar a revitimização. Os trabalhos tiveram início nesta sexta-feira (23/10), logo após a inauguração, e serão 24h por dia.

Conforme orienta a Lei Maria da Penha, o atendimento estará a cargo de uma equipe de médicas especializadas, em um ambiente mais acolhedor e com recepção separada da geral do Instituto Médico Legal (IML) para mais privacidade. Atuarão ali 17 profissionais, sendo uma equipe de cinco por dia: um da Polícia Científica e quatro da Secretaria de Saúde (SES). Além da sala de atendimento médico, com toda a estrutura para realização dos exames, há um espaço para crianças na recepção, com uma pequena brinquedoteca.

Assim como para a Sala Lilás da capital, para a unidade de Aparecida o atendimento também foi pensado para ser de forma multidisciplinar, com enfermeiras, psicólogas e assistentes sociais. Para isso, foi firmado um termo de cooperação com a Secretaria de Saúde. “Assim que nós fomos acionados, disponibilizamos imediatamente todo o aparato profissional. A Secretaria de Saúde se coloca como uma grande parceira da Secretaria de Segurança Pública”, frisou o secretário Ismael Alexandrino. “Assim como a própria OMS [Organização Mundial de Saúde], entendemos que saúde não é ausência de doença, mas o completo bem-estar físico, social e mental, nos cabendo enxergar a completude do ser humano e a vulnerabilidade que mulheres e/ou crianças estão expostas no dia a dia,” completou.

Aparecida de Goiânia é o segundo município a receber este espaço, e o primeiro fora da capital, por questões de logística. Em Goiânia, a Sala Lilás opera desde 25 de novembro do ano passado, Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher, no Instituto Médico-Legal Aristoclides Teixeira (IMLAT), localizado no Setor Cidade Jardim. Desde então, registra uma média de 300 atendimentos por mês. Em 2019, ao todo, foram 1.590 exames realizados. De janeiro a setembro de 2020: 958.

“Isso se deve à visão de um estadista que a gente tem no comando do nosso Estado. Caiado, desde o início, colocou a política de defesa das populações vulneráveis, da mulher, principalmente, como primordial em seu programa de governo”, declarou o superintendente da Polícia Técnico-Científica de Goiás, Marcos Egberto Brasil de Melo. A meta, segundo o superintendente, é expandir o projeto para as maiores regionais da Polícia Técnico-Científica do Estado. “Há a pretensão muito palpável de mais três Salas Lilás nos próximos meses, em Luziânia, Anápolis e Rio Verde,” projetou Marcos Egberto.

Também participaram do evento, o secretário de Estado da Casa Militar, Luiz Carlos de Alencar, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos, o delegado-geral da Polícia Civil, Odair José Soares, o comandante do 2º Comando Regional da Polícia Militar, coronel Newton Nery de Castilho, o coordenador Regional de Polícia Técnico-Científica de Aparecida de Goiânia, Olegário Augusto da Costa Oliveira e o secretário de Desenvolvimento Urbano de Aparecida de Goiânia, Max Menezes, representando a prefeitura.

Fotos: Júnior Guimarães

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Continue Lendo

Estado

GOIÂNIA 87 anos| Caiado tem reunião com Iris na manhã deste sábado, recebe Ministro da Educação e mais. Confira agenda oficial

No dia do aniversário da capital, governador e ministro visitam Hospital das Clínicas da UFG e se reúnem com secretária Fátima Gavioli

Publicado

em

Por

O governador Ronaldo Caiado e o prefeito Iris Rezende recebem o ministro da Educação, Milton Ribeiro, neste sábado (24/10), em Goiânia, para agendas no Paço Municipal, Palácio das Esmeraldas e em campus da Universidade Federal de Goiás (UFG). O ministro virá acompanhado do secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC), Wandemberg Venceslau.

O primeiro compromisso será no Paço Municipal, às 9h. Na sequência, às 10h30, visitam o Hospital das Clínicas e o Campus Colemar Natal e Silva, da Universidade Federal de Goiás. Eles estarão acompanhados do reitor da UFG, Edward Madureira Brasil e do presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Oswaldo de Jesus Ferreira.

Às 12h, governador e ministro se reúnem com a secretária de Educação, Fátima Gavioli, no Palácio das Esmeraldas.

*Serviço:*

*Governador Ronaldo Caiado recebe ministro da Educação, Milton Ribeiro, para agendas em Goiânia*

*Quando:* sábado (24/10)

_Programação_

*9h:* Reunião no Paço Municipal

*Onde:* Avenida do Cerrado, n° 999, Park Lozandes

*10h30:* Visita ao Hospital das Clínicas e ao Campus Colemar Natal e Silva, da UFG

*Onde:* Primeira Avenida, sem número, Setor Leste Universitário

*12h:* Reunião com a secretária de Educação, Fátima Gavioli

*Onde:* Palácio das Esmeraldas – Gabinete do Governador

Continue Lendo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com