Conecte-se conosco

Estado

Governador anuncia duplicação da GO-330 durante inauguração de Arco Viário em Catalão

Sonhadas há 30 anos, as obras realizadas em parceria entre as administrações estadual e municipal marcam eixos estruturantes na cidade. O novo trecho desafogará o trânsito que passa dentro de Catalão e visa reduzir acidentes

Publicado

em

“Uma obra sonhada há mais de 30 anos”, destacou o governador Ronaldo Caiado sobre o Arco Viário construído entre a GO-330 e a BR-050, que foi entregue pela Prefeitura de Catalão nesta segunda-feira (27/07). Durante a inauguração, o governador anunciou a duplicação da rodovia estadual na altura da entrada da cidade. As obras – do Arco e da duplicação – são fruto da parceria entre Estado e município, e garantem a retirada do trânsito de veículos pesados do Centro de Catalão, o que proporcionará mais segurança à população da região e a redução no número de acidentes.

O projeto executivo da duplicação do trecho urbano da GO-330 foi cedido pela Prefeitura de Catalão ao Governo de Goiás. A execução deve ser iniciada em agosto, com previsão de entrega em oito meses. “Vamos duplicar a entrada e unificar bairros que ficaram desligados da cidade, e dar a característica que foi implantada por Adib Elias, de uma cidade limpa, arborizada, com asfalto bem tratado e calçadas cuidadas”, frisou Caiado.

Para a construção do Arco Viário, a Prefeitura de Catalão investiu R$ 12 milhões. Ao todo, são 8,8 quilômetros de extensão que fazem a ligação da GO-330, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), à BR-050, trevo de acesso às mineradoras do município. Os motoristas e condutores agora vão usufruir de pista de rolamento de 7 metros, acostamento pavimentado com 2,5 metros, além de sinalização completa em todo o trecho.

Diante das entregas, o prefeito Adib Elias ressaltou que o governador Ronaldo Caiado já deixou marcado, definitivamente, seu nome na história administrativa de Catalão. “Fomos governados durante 20 anos por uma mesma administração. Desafio qualquer um a mostrar uma obra estrutural, importante, que foi feita aqui nos últimos 20 anos.” E completou: “Hoje, estamos entregando duas, muito importantes, que demarcam território, que marcam a sua história com o Sudeste em apenas um ano e meio. E vamos continuar entregando juntos”, reiterou Adib. O prefeito comentou ainda, durante discurso, que o governador paga repasses em dia e “dá um show” em relação à pandemia.

Ao fazer uso da palavra, o deputado José Nelto exaltou Caiado. “Goiás, que era referência nas páginas policiais, hoje passou a sê-lo nas páginas políticas”, comparou. Teceu elogios também ao prefeito Adib Elias, situando-o com uma das maiores referências não só de Goiás, mas em termos de Brasil. “Esta obra é um exemplo de um homem que tem visão e que é um gestor diferente. Mesmo na crise que passamos, momento de muita dificuldade, você mostra para o Estado de Goiás o que é um gestor correto. Que tem uma visão administrativa e uma gestão diferente.”

O presidente da Goinfra, Pedro Sales, direcionando-se a Adib, contou em discurso sobre o “desafio” proposto pelo prefeito de Catalão, de que a obra teria o mesmo padrão de qualidade do Estado. “Nosso governador é muito criterioso com relação à qualidade e o nível de exigência que tem nos pedido na Goinfra. Hoje, a gente está vendo com os próprios olhos que você conseguiu conduzir uma obra com o nível de qualidade que a gente tem desejado, para superar o que ficou para trás e marcar uma nova era no Estado de Goiás, em matéria de qualidade de obras rodoviárias”, completou Pedro.

Benefício

Vários moradores de Catalão e cidades vizinhas acompanharam a inauguração e puderam estrear a nova via. Robert de Lima, que mora no município de Anhanguera, por exemplo, comemorou a entrega do trecho. “Isso é uma coisa de muita importância porque vai evitar acidente para gente, que é motorista, e dar mais segurança à população”, disse. Para o catalano Pedro Paulo Rosa, que é mototaxista, a redução de veículos pesados circulando no centro da cidade é uma das grandes vantagens: “Vai diminuir o tráfego de caminhões dentro da cidade e isso será um grande benefício para nós.”

Homenagem

O trecho que liga a rodovia estadual à federal leva o nome do ex-deputado estadual Mauro Campos Netto. A escolha do homenageado foi elogiada por todos os presentes, incluindo a filha de Mauro Campos. Judith Mesquita Netto reconheceu a importante condecoração de seu pai e agradeceu o prestígio. “Obrigada também a todos que contribuíram com a execução deste projeto. Estamos felizes por essa merecida homenagem ao meu pai, pelo que foi como pessoa e como político”, declarou a filha.

Adib Elias citou que Mauro Campos ajudou a construir a cidade e um novo modelo de administração e política em Catalão. “Um dos homens mais íntegros, mais corretos e mais honestos que a política de Goiás já produziu”, afirmou o prefeito. O governador também cumprimentou a família do homenageado. “Esta obra, de relevância ímpar, tem o nome daquele que construiu e que fez da sua vida o que todo povo goiano espera em termos de seriedade, de capacidade e de representatividade, dignas de Catalão”, pontuou Caiado.

Também participaram da inauguração os secretários de Estado Coronel Luiz Carlos de Alencar (Casa Militar) e Tony Carlo (Comunicação); o vice-presidente da Agehab, Luiz Sampaio; a primeira-dama e secretária de Assistência Social de Catalão, Adriete Elias, com a filha Patrícia; o vice-prefeito João Sebba; o ex-prefeito Harley Margon; os comandantes Coronel Rejânio (9º CRPM), Tenente Coronel Martins (10º BPM) e Major J. Júnior (18º BPM); além de vereadores e outras lideranças da região.

Fotos: Cristiano BorgesSecretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Com aprovação da Assembleia, Governo de Goiás amplia para 4 mil vagas e simplifica acesso à CNH Social

Publicado

em

Por

Aprovado por unanimidade, programa terá novas regras mais humanizadas e socialmente adequadas

A Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) aprovou, em segunda e definitiva votação, nesta terça-feira (11/8) projeto de lei, do Poder Executivo, que aprimora o processo de seleção dos beneficiários do Programa CNH Social. Com a alteração, serão levados em consideração critérios mais humanizados e socialmente adequados para o desempate dos candidatos inscritos. A aprovação do projeto se deu por unanimidade.

A expectativa é de que 4 mil vagas para o programa sejam disponibilizadas pelo Detran-GO ainda em 2020. A primeira etapa do CNH Social, com 2.010 vagas nas categorias Rural, Urbana e Estudantil, foi lançada no final de 2019.

Com os novos critérios, que passarão a valer a partir da sanção do governador Ronaldo Caiado, o banco de dados do Cadastro Único para Programas do Governo Federal (CadÚnico) foi adotado como meio de comprovação dos dados cadastrais inseridos pelos candidatos. Além disso, na categoria estudantil, substitui-se a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pela média obtida no ensino médio, apurada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Outras mudanças elencadas dizem respeito aos critérios de ingresso no programa, mais humanizados e socialmente adequados para o desempate dos candidatos inscritos, tais como renda familiar per capita, maior idade, número de componentes do grupo familiar, existência de benefício social, data e hora da inscrição.

Os contemplados recebem isenção de taxas como inclusão no Renach, Licença de Aprendizagem de Direção Veicular, agendamento de prova teórica e agendamento de exame prático. Também se abstêm de pagar pelos exames médico e psicológico, junta médica, quando se trata de candidato com deficiência, e toxicológico, exigido para categoria profissional. Por meio de parcerias, foram oferecidos ainda o curso teórico, de legislação de trânsito, as aulas práticas de direção e até três retestes.

*Detran – Governo de Goiás*

Continue Lendo

Estado

Familiares de detentos farão manifestação dia 21; contra torturas

Publicado

em

Por

Um grupo de familiares de detentos dos presídios de Goiás organiza uma manifestação para 21 de agosto, na porta da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), em Goiânia, para reivindicar o direito a visitas, protestar contra maus tratos e exigir condições mais dignas de sobrevivência nestes estabelecimentos do Estado. Segundo relatado por parentes, os detentos enfrentam situações de tortura no encarceramento. A DGAP, por sua vez, nega as práticas de violência.

No último dia 31, ocorreu uma manifestação no diretoria-geral, em Goiânia, com estas mesmas pautas. À época, a comissão de representantes de familiares dos reeducandos foi recebida pelo diretor da DGAP, coronel Agnaldo Augusto da Cruz. Segundo informado por membros da comissão, ele pediu para que as demandas fossem documentadas, com a apresentação de propostas para a reabertura de visitas, que ainda não ocorreu.

Contudo, a situação não é somente pelo direito às visitas, ressalta a fonte, que preferiu se manter anônima. Esta pessoa afirma que os presos têm sido submetidos a tratamentos desumanos nas penitenciárias, além de expor a rigidez para o envio de alimentos.

Um grupo de familiares de detentos dos presídios de Goiás organiza uma manifestação para 21 de agosto, na porta da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), em Goiânia, para reivindicar o direito a visitas, protestar contra maus tratos e exigir condições mais dignas de sobrevivência nestes estabelecimentos do Estado. Segundo relatado por parentes, os detentos enfrentam situações de tortura no encarceramento. A DGAP, por sua vez, nega as práticas de violência.

No último dia 31, ocorreu uma manifestação no diretoria-geral, em Goiânia, com estas mesmas pautas. À época, a comissão de representantes de familiares dos reeducandos foi recebida pelo diretor da DGAP, coronel Agnaldo Augusto da Cruz. Segundo informado por membros da comissão, ele pediu para que as demandas fossem documentadas, com a apresentação de propostas para a reabertura de visitas, que ainda não ocorreu.

Contudo, a situação não é somente pelo direito às visitas, ressalta a fonte, que preferiu se manter anônima. Esta pessoa afirma que os presos têm sido submetidos a tratamentos desumanos nas penitenciárias, além de expor a rigidez para o envio de alimentos.

Continue Lendo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com