Conecte-se conosco

Brasil

Guedes diz que tem muita esperança de privatizar todos os aeroportos do país

Publicado

em

BRASÍLIA — Em evento promovido pelo setor aeroportuário, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse esperar que todos os aeroportos do país estejam privatizados até o final do mandato do presidente Jair Bolsonaro.

— O ministro Tarcísio (de Freitas, da pasta da Infraestrutura) diz que quando sairmos todos os aeroportos estarão privatizados, quando acabar nosso governo. Temos muita esperança que isso aconteça — disse o ministro.

Na agenda de concessões, dois dos principais nomes são oaeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo. Eles são os mais movimentados do país e sempre foram cobiçados pela iniciativa privada.

Na mesma oportunidade, Guedes defendeu a agenda de privatizações do governo. Sobre os Correios, o ministro disse que a empresa tem que se tornar a maior de logística da América do Sul, mas precisa de dinheiro para investir.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Pela 1ª vez, Brasil registra mais de 200 mil casos conhecidos de Covid em 24 horas; mortes também apontam alta

Publicado

em

Por

O Brasil registrou nesta quarta-feira (19) o recorde de 205.310 novos casos conhecidos de Covid-19 em 24 horas, chegando ao total de 23.420.861 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 100.322 – a maior marca registrada até aqui, superando pela primeira vez o patamar de 100 mil diagnósticos diários (e o recorde do dia anterior).

Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +487%, indicando tendência de alta nos casos da doença.

Brasil, 19 de janeiro

  • Total de mortes: 621.927
  • Registro de mortes em 24 horas: 349
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 215 (variação em 14 dias: +114%)
  • Total de casos conhecidos confirmados: 23.420.861
  • Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas:205.310
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 100.322 por dia (variação em 14 dias: +487%)
Continue Lendo

Brasil

Bolsonaro é proibido pela Justiça Federal de usar o termo “lepra”

Publicado

em

Por

  • Bolsonaro está proibido de usar o termo “lepra” em suas manifestações públicas
  • A decisão foi da 3a Vara Federal do Rio de Janeiro
  • Os demais integrantes da União também devem respeitar a determinação

A Justiça Federal determinou que o presidente Jair Bolsonaro fique proibido de usar o termo “lepra” em suas manifestações públicas.

Continue Lendo