Conecte-se conosco

Agenda

Invenção genuinamente goiana, bronzeamento natural ganha cada vez mais adeptas e cresce no mercado

Publicado

em

Férias de verão, Carnaval, feriado da Semana Santa… Nesta época do ano, com sol quente e muitas datas comemorativas, as pessoas viajam para os mais variados destinos, em geral para o litoral, mas quem não tem essa oportunidade costuma frequentar clubes, rios e cachoeiras, que são abundantes em Goiás.

E para estar com tudo em cima, além dos treinos na academia, nada melhor do que estar com aquele bronzeado, de preferência o natural, uma invenção genuinamente goiana. É que em 1999, na falta de praia em nosso estado, e alimentado pela timidez das mulheres que não se sentiam à vontade de biquíni em clubes e outros pontos de lazer, uma goiana criou o bronzeamento natural, a partir da ideia de fazer um “biquíni de esparadrapo”, técnica que foi se aperfeiçoando com o passar dos anos e que hoje se tornou um mercado promissor e cada vez mais crescente, como explica a empresária Mônica Mendes, proprietária da empresa da Mônica Bronze.

Assim, o que era uma manifestação de vaidade feminina acabou tornando-se um negócio, e dos mais lucrativos. Tanto que Goiás lidera o ranking nacional de empresas de bronzeamento natural, seguido pelo Rio de Janeiro e pelo Ceará.
O bronzeamento natural é um procedimento seguro, eficiente e que dá resultados quase imediatos. Além disso, é acessível a qualquer mulher acima de 16 anos que não esteja passando por certos procedimentos estéticos ou cirúrgicos. Neste caso estão aquelas que se submetem a tratamento com ácidos, laser, aplicação de varizes e gestantes, bem como lactantes com menos de seis meses, aquelas em período pós-operatório e pessoas em tratamentos como quimioterapia.

Fora essas restrições, o bronzeamento natural é um procedimento ao alcance de todos, inclusive de homens. Recomenda-se que a pessoa se exponha ao sol entre as 7h e as 10h – quando os raios solares são mais amenos – por um período entre uma hora e meia e duas horas, a depender do tipo de pele. Versátil, o bronzeamento pode ser feito de biquíni ou usando fita isolante, que delineia a área a ser bronzeada e dá mais precisão ao bronze e à marquinha, claro, sempre se respeitando o biótipo e o corpo da pessoa, num processo chamado “fitagem”, que leva de sete a oito minutos para ser aplicado.

O bronzeamento natural, no entanto, não traz efeitos duradouros imediatos. Até que se chegue à cor desejada, o ideal é que a cliente faça sessões de 15 em 15 dias, e depois que atingir o bronze almejado, faça manutenção mensal para a pele não perder a cor. Uma vez atingida a cor desejada, recomenda-se que a pessoa faça sessões regulares depois de quatro a seis meses da última sessão, a depender do tipo da pele de cada um.

Cuidados

Antes, porém, alguns cuidados devem ser tomados, como uma boa higienização na pele, passando para a montagem do biquíni – ou da fitagem, se for o caso –, para então se submeter à exposição ao sol e, por fim, a hidratação correta da pele após o procedimento. Outros cuidados dizem respeito a certos hábitos, que podem interferir no resultado do bronzeamento, como banhos muito quentes. E, por outro lado, para manter o bronze por mais tempo, ingerir alimentos ricos em betacaroteno, aqueles de cor geralmente amarela e alaranjada, como cenoura, manga, moranga, abóbora, batata-doce, beterraba, damasco, etc.

Mercado crescente

O bronzeamento natural, que hoje é um negócio promissor, está em franca expansão no mercado, com abertura de mais e mais empresas especializadas no negócio. Relativamente simples, no entanto, a empresa deve atender a algumas exigências antes de ser credenciada pela Vigilância Sanitária. Os profissionais devem passar por cursos de qualificação e o espaço onde se fará o bronzeamento deve ser independente – não pode ser no quintal de uma residência, por exemplo –, e adequado, com macas higienizadas, banheiros, duchas e materiais descartáveis. Piscina é um plus, mas não é item obrigatório e mais exigências não são cobradas pelos órgãos de saúde, pois trata-se de uma atividade ainda não reconhecida oficialmente.

Congresso nacional

O mercado de bronzeamento natural cresceu tanto que até congressos em nível nacional são realizados para debater o assunto, suas novidades e novas técnicas e produtos. Este ano, acontece o 4º CNPB  (Congresso Nacional de Personal Bronze), que acontece em Fortaleza (CE), de 26 a 29 de agosto. Devem participar mais de 300 personais bronze de todo o país, que assistirão a palestras sobre bronzeamento natural e artificial e também sobre empreendedorismo, para aquelas que desejam abrir sua própria clínica de bronzeamento.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda

Asmego integra campanha para arrecadação de recursos para a Saúde do Estado

Publicado

em

Por

A Asmego, na figura da sua presidente Patrícia Carrijo, com o apoio das associações representativas da Magistratura Estadual, Federal e do Trabalho , do Ministério Público Estadual e do Trabalho, da Defensoria Pública de Goiás, da Procuradoria do Estado e dos Delegados da Polícia Civil estão na luta contra o coronavírus e lançam campanha para arrecadar insumos e R$500.000,000, até 10 de abril, para o Sistema de Saúde de Goiás . 

Os recursos serão destinados ao Fundo de Gestão de Crise, criado para atuar na contenção da pandemia da Covid-19 no Estado.

Na opinião de Patricia Carrijo, presidente da Asmego, a saúde daqueles que cuidam das pessoas também deve ser preservada para que a população possa receber o atendimento necessário e adequado. “Por isso, as arrecadações serão para adquirir aparelhos  de EPI (equipamentos de proteção individual) a serem utilizados pelos profissionais da área da saúde.”

As doações, de qualquer valor, podem ser depositadas na conta da Asmego:

Banco 756

Agência 3348

Conta corrente 4145-9

CNPJ 01.289.743/0001-96

Continue Lendo

Agenda

GRUPO DE EMPRESÁRIOS | Leilão beneficente vai reverter toda a renda obtida a instituições de saúde que combatem o Coronavírus em Goiás

Publicado

em

Por

 

Um grupo de empresários ligados ao setor rural, liderado por um dos sócios-proprietários da Texas Center, Rubens Inácio, vai promover, na próxima terça-feira, dia 31 de março, o leilão beneficente “Tudo Vai Ficar Bem”, cuja renda será integralmente revertida a instituições de saúde que atuam no combate ao Coronavírus (Covid-19) em Goiás.  O leilão será virtual, a partir das 19 horas, e será transmitido ao vivo pelo YouTube, no canal da Texas Center, para oferta de lances e arremate dos mais de 30 lotes em animais, produtos, bens e serviços assegurados por meio de doações já confirmadas.

Entre os itens encontram-se animais – principalmente equinos (potros, éguas e cavalos) – burros chucros, mulas, carneiros, materiais de monta e de vestimenta, e até coberturas de garanhões de alta linhagem em éguas de igual pedigree, além de um fim de semana em espaços de lazer no valor de até US$ 300.

Segundo Rubens Inácio, a ideia nasceu do nada, e logo tomou corpo. “Eu estava em casa cumprindo a quarentena e pensei em como eu poderia ajudar de alguma forma com esta questão do combate ao Coronavírus. Do nada, me veio a ideia do leilão. Logo mobilizei amigos e parceiros e comecei a ganhar as doações, em especial de equinos e, em menos de 24 horas já havia conseguido arrecadar mais de 30 lotes”, conta. Rubens diz que a adesão à sua ideia foi tão grande que muitos quiseram participar mesmo não sendo criadores de cavalos, mas se dispuseram a adquirir algum produto na Texas Center para que ele doasse o valor correspondente ao produto ou então ceder um produto ou bem que pudesse ir a lance.

As instituições que serão contempladas com o valor arrecadado no Leilão Tudo Vai Ficar Bem ainda não foram definidas. A ideia é aguardar o resultado do valor arrecadado e verificar qual instituição estará mais necessitada de donativos naquele momento. O leilão será auditado e haverá prestação de contas de todo o processo de montagem da hasta e da destinação dos recursos. No entanto, Rubens Inácio lembra que as doações continuam a ser aceitas até o dia 30 de março, para que se possa organizar os lotes a serem ofertados “E serão muito bem vindas”, completa o emporesário.

  Como o leilão é virtual, qualquer interessado em contribuir com esta causa pode participar, de qualquer parte do Brasil e do mundo. De acordo com o regulamento do leilão, todos os compradores, lotes adquiridos e ofertados serão divulgados na página www.texascenter.com.br/leilaobeneficente. Os interessados devem dar o lance por meio do grupo de WhatsApp oficial, que será divulgado 48 horas antes do início do leilão, no mesmo site disponibilizado acima. O pagamento do lote adquirido poderá ser feito à vista, ou em uma parcela mais duas, sem juros, mediante emissão de boleto bancário ou cheque nominal. Todas as despesas referentes à retirada dos lotes adquiridos correm por compra do arrematante.

Mais informações pelo telefone (62) 9-8162-4898, com Alessandra Câmara (62), ou no 9-8216-2888, com Adalberto Araújo, neste número após as 13h.

Continue Lendo