Conecte-se conosco

Capital

Iris assina ordem de serviço e vai asfaltar 31 bairros de Goiânia

“No meu mandato anterior, nós asfaltamos 134 bairros que não tinham o benefício. Desde que eu deixei a prefeitura, no entanto, outros tantos bairros surgiram sem pavimentação. Vamos asfaltar todos eles”, afirmou Iris Rezende.

Publicado

em

Com presença da população, Prefeitura assina ordem de serviço para asfalto em Goiânia

Setores Vale dos Sonhos 2 e João Paulo II receberão o benefício; ao todo, 31 bairros serão pavimentados nos próximos dois anos

Ao lado de lideranças, vereadores e da população, o prefeito Iris Rezende lançou  nesta terça-feira, 07, a pavimentação dos setores Vale dos Sonhos II e João Paulo II, na região Norte de Goiânia.

A solenidade ocorreu no início da noite, no Cmei Vale Dos Sonhos e contou com grande participação de moradores e lideranças da região que compareceram e discursam em apoio à obra. Orçada em R$ 2,5 mi, as obras de infraestrutura no bairro vão incluir, além da pavimentação, a construção de galeria e meio-fio; 31 bairros serão asfaltados até o fim da atual gestão.

O presidente da Câmara de Vereadores de Goiânia Romário Policarpo, Sargento Novandir (representares da região), Felizberto Tavares e Cabo Senna e o deputado Vinicius Cirqueira, marcaram presença.

De acordo com o prefeito, as obras de pavimentação da beneficiarão os 31 bairros habitados que ainda não contam com asfalto. “No meu mandato anterior, nós asfaltamos 134 bairros que não tinham o benefício. Desde que eu deixei a prefeitura, no entanto, outros tantos bairros surgiram sem pavimentação. Vamos asfaltar todos eles”, afirmou.

“A licitação já foi feita, as empresas contratadas. A legislação é um tanto exigente, não podemos começar um asfalto sem o projeto técnico. Empresa hoje não concorre a uma licitação se não tem certeza que vai receber. Ficamos dois anos consertando a situação da prefeitura. Quando eu assumi, todas as obras estavam paradas há mais de três meses”, complementa.

A obra é orçada em R$ 2.526.283,00, as obras de infraestrutura no bairro vão incluir  pavimentação, construção de galeria pluvial e meio-fio. A previsão é que todo o serviço seja concluído em 150 dias.

Antonio Bento, da Diretoria de Jornalismo
Foto: Paulo José

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capital

Inquérito aponta que 1% da população já teve Covid-19 em Goiânia

Publicado

em

Por

Inquérito Sorológico, realizado pela Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) e a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), aponta que na capital goiana 10.855 pessoas já podem ter sido infectadas pelo novo coranavírus. O dado, que foi apresentado em live na tarde quinta-feira (4/6), faz parte de uma coletagem para testes rápidos que ocorreu no dia 30 de maio em 2,4 mil domicílios da cidade, sendo que 18 casos testaram positivo, com uma prevalência da infecção de 0,75%.

Conforme o superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, Yves Mauro Ternes, que coordenou a primeira etapa do Inquérito Sorológico, pesquisa para identificar a contaminação das pessoas pelo novo coronavírus (covid-19), os trabalhos foram realizados com amostra de soro sanguíneo. “Para isso, as equipes realizaram coletas por punção venosa”, explicou. Segundo ele, foi promovido um sorteio de imóveis registrados no município que abrangeu os sete distritos sanitários de todas as regiões da capital.

“As visitas foram feitas em um único dia por equipes formadas por técnicos de enfermagem, enfermeiros, biomédicos, farmacêuticos e agentes de endemias, que realizaram o preenchimento de um questionário e posteriormente a coleta de sangue”, pontuou Yves Mauro, acrescentando que a pasta disponibilizou mais de 400 profissionais para realizar a primeira etapa da atividade. “Todos estavam devidamente uniformizados, com equipamentos de proteção individual e identificação com crachás”, sublinhou.

Os dados do inquérito foram apresentados pelo médico epidemiologista da UFG João Bosco Siqueira Júnior e mostram que 1 em cada 100 pessoas de Goiânia já se infectou com o coronavírus. “Por isso, e levando em consideração as informações da primeira etapa, a quantidade pode chegar a 10.855 infectados”, salientou o médico da UFG, frisando que os 18 casos positivos apresentaram anticorpos para vírus e não apresentaram os sintomas. “Essas pessoas que testaram positivo já foram informadas e receberam as devidas orientações da equipe da SMS”.

O médico epidemiologista lembrou ainda durante a transmissão da live, que alcançou mais de 3,2 mil pessoas no Facebook e mais de 3,1 mil pessoas no Instagram, que o teste permite identificar pessoas que têm anticorpos para a Covid-19. “Para tanto, o resultado dessa amostragem reflete a situação epidemiológica de Goiânia de 15 a 20 dias atrás”. De acordo com ele, nas últimas duas semanas os casos aumentaram em Goiânia e isso é reflexo da mudança de comportamento da população quanto ao isolamento social e as medidas sanitárias, “como o uso da máscara e a utilização do álcool em gel”, alertou.

Ao responder os questionamentos dos internautas, Yves Mauro Ternes lembrou que os dados apresentados não fazem parte do informe epidemiológico Covid-19, divulgado diariamente pela SMS e que a prevalência de 0,75% representa o cenário de pelo menos 10 dias antes da realização do inquérito. “Até aquele momento, o comportamento das pessoas estava sendo efetivo no controle da circulação do novo coronavírus, porém, o que temos observado nos últimos dias é um aumento da circulação das pessoas e este fato pode se refletir daqui a 10 ou 15 dias”.

Além disso, Yves deixou claro que o inquérito é fundamental e auxilia a gestão, sobretudo o Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus, na tomada de decisões da Prefeitura de Goiânia. “Mais duas amostragens serão realizadas pela administração municipal, uma mais provável que seja no dia 20 de junho e outra em julho, quando esperamos que seja o pico da doença em Goiânia”, contou. No encerramento, ele reafirmou que vírus está circulando cada vez mais e que é preciso ficar em alerta. “Hoje, por exemplo, temos 2.410 casos confirmados e 75 óbitos por coronavírus em Goiânia. Portanto, quem puder, fique em casa”, concluiu.

Mauro Júnio, da Diretoria de Jornalismo

Foto: Kamilla Oliveira

Continue Lendo

Capital

MINISTÉRIO PÚBLICO | Fernando Krebs recomenda retirada de fotos do prefeito Iris de repartições públicas

Publicado

em

Por

Restando exatos quatro meses para eleição de outubro 04, que irá definir o próximo prefeito de Goiânia, o Ministério Público de Goiás, da 57ª Promotoria de Justiça de Goiânia, representada pelo Promotor de Justiça, Fernando Aurvalle Krebs, recomendou a retirada de fotos expostas do prefeito Iris Rezende (MDB) de repartições públicas e órgãos da administração do executivo.

Iris tem dedicado atenção e foco da gestão no combate à pandemia do Coronavírus na capital e cumprimento do rígido cronograma de obras a serem entregues até final do mandato e não se posicionou ainda sobre candidatura a reeleição.

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), foi recomendado pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) para retirar de todas as repartições e órgãos públicos da Capital as fotografias de agentes públicos.

A Constituição Federal determina que a publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social. 

Krebs entende que não podem constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos. Ele observou que existem fotografias emolduradas do prefeito Iris Rezende por diversas repartições públicas municipais da Capital. 

E, isso, estaria violando a Constituição Federal. E lembrou que já existe jurisprudência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), posicionando-se de forma contrária à afixação das fotografias do chefe do Poder Executivo em repartições públicas, por desrespeitar os princípios constitucionais da impessoalidade e da moralidade, se tornando em autopromoção. 

Continue Lendo