Conecte-se conosco

Estado

Ministério do Turismo anuncia liberação de R$ 4,3 milhões para Goiás

Publicado

em

Recursos de R$ 3 milhões para o Caminho de Cora Coralina foram assegurados de forma bipartite, com participação de emenda de parlamentares goianos e do Ministério do Turismo.

O restante da verba – R$ 1,3 milhão – será destinado aos municípios contemplados pelo programa federal Investe Turismo_

Um mineiro que conhece bem o jeito acolhedor do goiano. Assim o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, começou sua participação no 19º Seminário Itinerante Investe Turismo que pretende acelerar o desenvolvimento de rotas turísticas em todo o País. O evento desta quinta-feira (05/09) foi realizado em Goiânia e contou com a participação do governador Ronaldo Caiado, além de várias autoridades políticas estaduais e de empresários.

Em entrevista coletiva, o ministro, que visita Goiás pela segunda vez em 2019, disse que outras regiões do Estado devem ser contempladas também na segunda etapa do programa federal. “Já liberamos R$ 1,3 milhão para duas rotas: região do Ouro/Caminho Cora Coralina e região da Chapada dos Veadeiros. Nesse primeiro momento, o Ministério está investindo R$ 200 milhões em 158 municípios de todos os 26 estados mais o Distrito Federal. Na segunda etapa, teremos mais R$ 300 milhões e, certamente, Goiás vai ser beneficiado com, pelo menos, mais uma rota”, anunciou Marcelo Álvaro.

O governador Ronaldo Caiado destacou a importância do programa federal. “O presidente Jair Bolsonaro acerta em estruturar o turismo no Brasil. Essa é uma área que rende empregos e lucratividade desde que você sustente bem o setor e atenda bem aos turistas. A Cidade de Goiás, por exemplo, tem potencial para receber visitantes o ano inteiro e não somente em datas festivas, como o Carnaval ou a Procissão do Fogaréu”, sublinhou.

Também parceiro do projeto, o diretor-técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick, ressaltou que o retorno do investimento em turismo é certeiro. “É uma área que envolve mais de 50 setores da economia e revela as belezas naturais de municípios, estados, do País. Por isso, o Sebrae vê esse programa como prioridade.”

O programa Investe Turismo é desenvolvido conjuntamente pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur. A iniciativa vai levar um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados para 30 rotas turísticas em todo o País. Goiás foi contemplado com duas rotas, que englobam cinco municípios: o caminho de Cora Coralina, que abrange Pirenópolis, Cidade de Goiás e Goiânia; e a região da Chapada dos Veadeiros, que inclui Alto Paraíso e Cavalcante.

“Nossas cidades foram selecionadas baseadas em alguns pilares básicos do turismo, entre eles, sustentabilidade, inclusão digital e governança. Outro dado muito importante: o mercado internacional hoje sinaliza, sobretudo para o Brasil e para Goiás, que valoriza muito a natureza, os recursos naturais. Essa primeira etapa, que dura até abril do ano que vem, vai capacitar empresários das rotas já selecionadas. Mas vamos lutar para que outros municípios turísticos do nosso Estado também sejam beneficiados”, adiantou o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral.

O prefeito de Pirenópolis, João Batista, que assistia atentamente às palestras técnicas, agradeceu o empenho do Ministério do Turismo e do governador Ronaldo Caiado. “O governador tem lutado para nos apoiar. Vimos recentemente a briga dele com a Enel para garantir energia elétrica de qualidade para o cidadão. E isso é extremamente importante para toda e qualquer cidade turística. Temos que estar bem preparados para receber quem nos visita”, sentenciou.

*Números*
A potencialidade do Brasil como pólo turístico e a movimentação que o setor gera na economia são fatores que não são esquecidos pelos representantes do programa Investe Turismo. O manual do projeto apresenta números interessantes: na última década, por exemplo, o turismo foi responsável por um em cada cinco empregos gerados no mundo. No Brasil, a quantidade de postos de trabalho passou de 6,7 milhões em 2017 para 6,85 milhões no último ano. Além disso, enquanto o PIB nacional cresceu 1,1% em 2018, o turismo registrou aumento de 3,1% no mesmo período.

“É como o governador Caiado destacou: o turismo é uma mola propulsora de emprego e renda no País, e todo este potencial estava subutilizado”, reforçou o ministro Marcelo Álvaro. “Estamos trabalhando também para dar visibilidade internacional para nossas rotas; já estamos em contato com uma agência espanhola”, informou.

Durante o evento em Goiânia, o auxiliar do presidente Jair Bolsonaro fez questão ainda de ressaltar que o Ministério assegurou, nesta quarta-feira (04/09), em reunião em Brasília realizada com a presença do presidente da Goiás Turismo, que o Caminho de Cora Coralina vai receber R$ 3 milhões – metade custeada pelo Ministério e outra garantida por meio de emenda parlamentar dos deputados federais Adriano do Baldy e José Nelto.
Também participaram do 19º Seminário do Investe Turismo, em Goiânia, os deputados estaduais Rafael Gouveia, Virmondes Cruvinel, Vinicius Cerqueira e coronel Adailton; o presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar; o diretor-superintendente do Sebrae Goiás, Derly Fialho; além dos prefeitos de Pirenópolis, Aurilândia, Portelândia, Silvânia, Alto Paraíso, Cidade de Goiás, entre outros.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

2 MIL EMPREGOS | Governador Caiado anuncia instalação de fábrica de cerveja em Jataí

Empresa irá gerar 2 mil empregos diretos na cidade, e produção goiana atenderá os mercados do Centro-Oeste, Norte e Nordeste do País

Publicado

em

Por

O governador Ronaldo Caiado anunciou nesta quinta-feira (16/01), a instalação de nova fábrica da Cervejaria Império, no município de Jataí, no Sudoeste goiano. A implantação da cervejaria, que já tem unidades em funcionamento em Petrópolis (RJ) e Frutal (MG), vai envolver investimentos de mais de R$ 900 milhões e gerar mais de 2 mil empregos diretos na cidade, segundo revelou o governador.

A fábrica de Jataí vai fornecer cerveja a toda região do Centro-Oeste, Norte e Nordeste brasileiro. “É Goiás a cada dia mais pujante e sendo a opção de quem quer se desenvolver”, disse o governador. Caiado agradeceu o trabalho do secretário Wilder Morais, e de toda a equipe da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), que busca trazer mais investimentos para Goiás.

“Esse trabalho da Secretaria certamente segue a determinação do governador, de regionalizar o desenvolvimento do Estado e trazer mais emprego e renda para Goiás”, afirmou o secretário Wilder Morais.

A vinda da unidade industrial da Cervejaria Cidade Imperial para Goiás, que se beneficia com incentivos fiscais do Governo estadual, se deu por meio de acerto entre Ronaldo Caiado, o secretário Wilder Morais e contou com o trabalho do deputado estadual Zé Carapô (DC). Esta será a terceira cervejaria de grande porte a se instalar em Goiás, que já tem a Ambev, em Anápolis, e a Heineken, em Alexânia.

Localização estratégica

A previsão é de que o início das obras da nova fábrica ocorra em janeiro de 2021 e a produção da Cerveja Imperial ocorra já no primeiro semestre de 2022. Pesaram na escolha de Goiás para a criação de mais uma unidade da cervejaria fatores como a localização estratégica do município de Jataí, servido por três rodovias (BR-158, BR-060 e BR-364) e se situar no centro do País, com facilidades de comercialização com outras regiões brasileiras.

Continue Lendo

Estado

Governador anuncia voo comercial entre Rio Verde e São Paulo

Reunião definiu últimos detalhes para operação da GOL, que vai beneficiar o Sudoeste Goiano. No encontro, representantes da Infraero também garantiram que processo de internacionalização do Santa Genoveva estará concluído no próximo mês

Publicado

em

Por

A partir do dia 1º de fevereiro, os goianos poderão contar com voos diários entre Rio Verde e o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Uma reunião, nesta quarta-feira (15/01), entre o governador Ronaldo Caiado, representantes da empresa aérea Gol e a Infraero definiu os últimos detalhes da operação. A criação da nova rota é consequência da política do governo estadual que, em dezembro do ano passado, reduziu de 15% para 7% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do querosene da aviação.

O governador Ronaldo Caiado destacou que a operação traz mais prestígio ao Estado, facilitando o transporte e o acesso à região de Rio Verde, no Sudoeste Goiano, que se destaca pelo agronegócio e pela presença de grandes indústrias. “Tenho certeza de que vai ser um sucesso, ainda mais agora com a instalação da plataforma da Rumo (Ferrovia Norte-Sul). Isso vai ampliar demais essa demanda”, projetou.

Caiado ressaltou também que o movimento da Gol é importante para fortalecer a aviação regional. “Espero que no futuro próximo tenhamos também (voos diários) para Caldas Novas e outras regiões do Estado”, sugeriu. O governador aproveitou a oportunidade para destacar que este é um dos primeiros resultados de uma política assertiva do governo. “Baixamos o ICMS do querosene da aviação e as pessoas estão vendo e sentindo os resultados que estão beneficiando Goiás”.

Representante da Gol, a executiva de relações e instituições da empresa, Vanisse Sales, elogiou a postura do governo goiano em reduzir o ICMS para a aviação, posição alinhada ao que já vem sendo praticado por outros Estados para aumentar a frequência de voos. “Queremos continuar, de fato, a expansão regional”, disse. Vanisse recebeu dos representantes da Infraero um relatório com outros 20 aeroportos no Estado que têm condições de operar voos comerciais, entre eles o de Alto Paraíso. “Vou levar para a gente já estudar. Começamos com esse voo diário até Rio Verde, mas com os apontamentos, verificando interesse, o nosso planejamento é aumentar”, garantiu.

A executiva também afirmou que, desde que houve a redução do tributo em Goiás, a empresa aérea aumentou a aquisição de querosene de aviação de forma significativa no Estado. Em menos de um mês (a nova alíquota começou a vigorar em 21 dezembro), o consumo somente da Gol aumentou em 200 mil litros de querosene.

O secretário de indústria e Comércio, Wilder Morais, afirmou que a criação do voo é um grande presente para Rio Verde. “Com certeza, a pujança econômica do município irá alavancar cada vez mais o desenvolvimento da região”. O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, disse que a estratégia de Goiás demonstra para a sociedade que não há renúncia de recursos públicos. Pelo contrário, já que há uma curva significativa de aumento da aquisição de combustível simplesmente pelo decreto reduzindo a alíquota do ICMS. “A ideia é sentar também com outras companhias para pulverizar voos regionais e outros para as regiões Norte, Nordeste e Sul do País. Temos uma grande expectativa nesse sentido”, explicou.

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira, Rio Verde se tornou referência na região Sudoeste, economicamente, a mais forte no Estado de Goiás. “Tenho certeza que a Gol estará bem economicamente, comercialmente também naquela região”, ressaltou. Lissauer aproveitou para sugerir à empresa estudar rotas para Goiânia e Brasília. “Tenho certeza que tem demandas e condições comerciais para isso”, afirmou.

*Internacionalização do Santa Genoveva*
Representantes da Infraero também participaram da reunião para apresentar mais detalhes da internacionalização do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, que deve ser concluída até 5 fevereiro. Segundo o superintendente do órgão, Antônio Erisvaldo Sales, a estatal já tem os pareceres de quatro órgãos federais e o terminal atende tudo que é previsto pelos órgãos de controle, como fisco, imigração, fauna e flora. “Tudo evoluiu bem e estamos na fase final de adequação da infraestrutura. Compramos equipamentos, câmeras, gravador de áudio e voz, raio-x, e tivemos que bloquear muitos acessos vulneráveis do aeroporto”, sublinhou.

Continue Lendo