Conecte-se conosco

Estado

Municípios mais carentes de Goiás terão preferência para receber incentivos fiscais

Publicado

em

Governador Ronaldo Caiado garante que o combate às desigualdades regionais é também meta prioritária de sua gestão_

Durante participação nos programas jornalísticos “O Mundo em Sua Casa” e “Fala Goiás em Rede”, veiculados pelo Sistema de Rádio Brasil Central, o governador Ronaldo Caiado assegurou que os incentivos fiscais concedidos a empresas no Estado vão estar alinhados, a partir de agora, com a necessidade real dos municípios. “Nos últimos anos, tanto o dinheiro do FCO [Fundo Constitucional do Centro-Oeste], quanto os incentivos fiscais, não foram direcionados como deveriam ser para combater as desigualdades regionais e dar oportunidade de emprego à população mais carente”, disse, ao responder a pergunta de um ouvinte de Porangatu. “Não apenas a região Norte de Goiás, mas também o Nordeste, o Oeste goiano e o Entorno do Distrito Federal devem ter preferência agora”, complementou Caiado.

Desde que assumiu a gestão, há nove meses, essa é a 12ª vez que o governador participa de entrevistas nos estúdios das rádios que compõem o complexo da Agência Brasil Central (ABC), autarquia do governo estadual também composta pela TV Brasil Central e pelo Diário Oficial. Na manhã desta sexta-feira (06/09), Caiado foi entrevistado pelos jornalistas Gil Bonfim, Alcione Soares, Josiel Meneses, Viviane Gontijo, Débora Orsida, Luciano Almeida, Kamylla Rodrigues, entre outros profissionais da ABC, além de responder a perguntas dos ouvintes.

O governador também citou outras ações e iniciativas que visam combater as desigualdades regionais em Goiás e alavancar a economia dos municípios que mais carecem de políticas públicas e investimentos do setor privado. “O presidente Jair Bolsonaro autorizou, junto com a concessão da ferrovia Norte-Sul, a construção de um trecho de 330 quilômetros, que vai interligar a região de Mara Rosa até Água Boa, no Mato Grosso, o que traz desenvolvimento tanto para a região do Vale do Araguaia como para o Norte goiano. E tem mais: em novembro deve ser assinada a duplicação de 850 quilômetros da rodovia BR-153, partindo de Anápolis à Belém-Brasília, como é conhecida”.

Para Caiado, a meta de tornar Goiás um Estado mais igualitário e com qualidade de vida para todos os cidadãos só pode ser alcançada mediante parcerias com a iniciativa privada, com outros agentes públicos e a população. Ele citou o caso de Águas Linda, onde esteve recentemente, e percebeu um acúmulo de sacolas plásticas jogadas em lotes baldios. “O prejuízo ambiental gerado por esse tipo de comportamento é enorme. A população tem que nos ajudar também e os gestores locais têm que fiscalizar com rigor”, cobrou.

O governador também destacou que uma parceria com a Campus Party, maior evento tecnológico do mundo que está sendo realizado em Goiânia até o próximo domingo, 8 de setembro, e com a Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) vai possibilitar a implantação de 15 laboratórios de tecnologia e informática em Goiás. E Caiado já adiantou que 11 deles vão para o Nordeste goiano e os outros quatro, para o Entorno.

Quando falou sobre o Entorno, além de reforçar o trabalho na Segurança Pública – como tem sido feito e até servido de inspiração para outros estados e para o resto do País –, o governador novamente destacou a importância do papel de cada cidadão para que a região não apareça apenas em estatísticas de crimes. “É muito comum vermos pessoas emplacando carros em Brasília ou comprando produtos na capital federal. Gente, vamos pensar no retorno desses impostos e taxas, para que os municípios e o Estado de Goiás tenham condições de investir e suprir as necessidades da população do Entorno”, explicou.

*Governo Federal*
Ainda fizeram parte da pauta de entrevista as constantes visitas do presidente Jair Bolsonaro a Goiás para entregar benfeitorias à população local, bem como as dos ministros – nesta semana, por exemplo, o titular da pasta da Justiça, Sérgio Moro, esteve em Planaltina para a inauguração de um presídio e também em Goiânia; enquanto Marcelo Álvaro (Turismo) anunciou, na capital, mais de R$ 4 milhões para cinco municípios turísticos do Estado.

O combate à corrupção e à criminalidade, com apreensões recordes de drogas; o fim da crise no Hospital Materno Infantil; e o trabalho para que a Enel garanta energia elétrica de qualidade para todo o cidadão goiano também foram temas abordados pelo governador na manhã desta sexta-feira. Vale lembrar que o programa “Fala Goiás em Rede” é retransmitido para 27 emissoras de rádio do interior e que todo o conteúdo da entrevista também pode ser conferido nas plataformas digitais da ABC.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Protegido: GOYAZ 20/01/2022

Publicado

em

Por

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Continue Lendo

Estado

Brasileiros descobrem molécula que pode combater o câncer

Publicado

em

Por

Viva a ciência brasileira! Pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) encontraram uma molécula inédita que pode contribuir no combate ao câncer.

Outra ótima notícia é que essa molécula é seletiva, ou seja, ela age mais sobre as células tumorais do que sobre as células saudáveis – diferentemente da quimioterapia, que apesar de eficaz, acaba impactando nas células saudáveis e causando efeitos colaterais.

A pesquisa pretende desenvolver tratamentos mais saudáveis para o nosso organismo e claro, a cura para a segunda maior causa de mortes do mundo.

Molécula tem capacidade de eliminar células do câncer

A descoberta faz parte do estudo realizado pelos pesquisadores do Programa de Pós Graduação em Genética e Bioquímica pela UFU.

A molécula inédita é de um complexo de cobre e apresenta seletividade e capacidade de morte celular.

Os testes foram realizados em laboratório, a partir de células tumorais de humanos e de camundongos. O complexo de cobre mostrou ser capaz de induzir a produção de um outro tipo de molécula, chamadas espécies reativas de oxigênio.

As reativas de oxigênio conseguiram atingir as células tumorais, danificando seu DNA. Os prejuízos foram tão severos que as células cancerosas entraram em um processo de morte celular programada, chamado tecnicamente de apoptose.

Nas próximas fases do estudo, os pesquisadores pretendem desenvolver mecanismos em que a molécula descoberta será colocada dentro de nanocápsulas, ou seja, que vire um medicamento.

Continue Lendo