Conecte-se conosco

Mundo

Mutação pode ter tornado o novo coronavírus mais vulnerável às vacinas, aponta estudo

Publicado

em

Pesquisadores avaliam que a mutação chamada de D614G foi responsável por aumentar o número de estruturas que o vírus usa para invadir as células. Mas essas mesmas estruturas se tornaram alvos fáceis para os “anticorpos neutralizantes”.

A mesma mutação genética que tornou o novo coronavírus mais infeccioso também pode fazer que ele se torne mais vulnerável às vacinas, aponta trabalho de pesquisadores norte-americanos. O grupo liderado pelo cientista Drew Weissman, da Universidade de Pensilvânia, apontou em um estudo publicado na sexta-feira (24) que a chave deste processo está na mutação nomeada D614G.

Esta mutação específica aumentou o número de espinhos, ou “spikes” do coronavírus Sars-Cov-2. As estruturas são formadas pela proteína S. Estes espinhos permitem ao vírus se conectar às células das mucosas e infectá-las, para começar a sua duplicação.

Os cientistas ressaltam, no entanto, que essa mutação não será um problema para as ao menos cinco vacinas para o Sars-Cov-2 em estágio final de teste. Isso porque é justamente para combater este espinho que elas estão sendo desenvolvidas.

As vacinas são preparadas para induzir a formação de anticorpos neutralizantes que atacam a proteína S. Com mais espinhos, vai haver mais espaço para os antígenos da vacina atuarem na defesa e para poder, assim, neutralizar a ação do vírus, afirmam os pesquisadores em um artigo que ainda não foi revisado por pares (pré-print) e que foi publicado na plataforma MedRXiv.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Homem que encontrou pedra preciosa de R$ 16 milhões, encontra outra de R$ 10 milhões

Publicado

em

Por

Um mineiro da Tanzânia que virou milionário da noite para o dia — ao encontrar pedras preciosas com valores que chegam a 2,4 milhões de libras esterlinas (R$ 16,6 milhões) — conseguiu a proeza de descobrir uma nova fonte de riqueza: uma tanzanita pesando 6,3 kg e estimada em 1,5 milhão de libras esterlinas (R$ 10 milhões).

Saniniu Laizer fez a venda em um evento comercial com centenas de participantes na manhã de hoje, diz o site do Mail Online.

Continue Lendo

Mundo

FORTES IMAGENS | Grandes explosões atingem Beirute e deixam mortos; veja vídeo com a bolha da explosão

Publicado

em

Por

Uma explosão aconteceu numa região portuária de Beirute, no Líbano, nesta terça-feira (4). Imagens mostram uma grande coluna de fumaça sobre a cidade.

Há ao menos dez mortos, informou a agência Reuters, que ouviu fontes médicas e de segurança do país.

Continue Lendo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com