Conecte-se conosco

Estado

O Estado de Goiás é estratégico para a PepsiCo”, garantem executivos da multinacional

Publicado

em

Em reunião por videoconferência realizada nesta quarta-feira (20/05) com representantes do Governo de Goiás, executivos da PepsiCo asseguraram que a multinacional (que adquiriu a Mabel em 2011) continuará investindo no Estado, onde já oferece mais de mil vagas de empregos diretos, e garantiram ainda que não há planos de demissões por conta da pandemia da Covid-19. Vice-presidente da área jurídica, Valéria Sombra frisou aos secretários de Estado Wilder Morais (Indústria, Comércio e Serviços) e Adriano da Rocha Lima (Desenvolvimento e Inovação) que Goiás é estratégico para os interesses da multinacional.

Participaram ainda da reunião com a PepsiCo o subsecretário de Atração de Investimentos, Adonídio Júnior, e o subsecretário de Fomento e Competividade, César Moura, ambos da SIC. A conversa serviu também para esclarecer dúvidas e reafirmar interesses da empresa, que veio para Goiás em novembro de 2011, quando comprou a Biscoitos Mabel, localizada em Aparecida de Goiânia. Os executivos também informaram que de 2015 até 2020 já foram feitos cerca de R$ 150 milhões de investimentos na planta de Aparecida, o que provoca um crescimento de 10% ao ano no seu faturamento.

Algumas das dúvidas apresentadas durante a reunião foram sobre a nova lei de incentivos fiscais, aprovada em segunda e última votação na terça-feira (19/05) pela Assembleia Legislativa de Goiás. Adonídio esclareceu que as indústrias que decidirem migrar do Produzir ou Fomentar para o Pró-Goiás não precisam fazer novos investimentos para obter os benefícios da nova lei. É o caso da PepsiCo, que tem incentivos do Produzir desde a década de 1980.

César Moura sugeriu uma nova reunião entre os técnicos da SIC para informar sobre vários pontos da legislação entre outros temas. A PepsiCo já está fazendo estudos para decidir se permanece com o Fomentar ou se migra para o ProGoiás, considerando todos os aspectos legais da nova legislação.

O secretário Wilder Morais disse que o Governo de Goiás tem todo interesse em atrair mais empresas para o Estado e fortalecer a economia goiana, mas que o governador Ronaldo Caiado tem também uma preocupação especial com aquelas que aqui já estão instaladas. “Nosso objetivo na SIC é atrair novos investimentos. E temos feito isso com profissionalismo. Tanto que 112 novas empresas já manifestaram interesse em se instalar no nosso Estado, assinando protocolos de intenção. Mas estamos atentos em relação às indústrias que já estão aqui. O que for possível fazer para fortalecer as nossas empresas, nós faremos”, assegurou o secretário.

Titular da Sedi, Adriano da Rocha Lima destacou que o objetivo do Estado é ser competitivo sempre e para isso tem mecanismos e instrumentos para incentivar a cadeia produtiva de Goiás. Disse que o governo está pronto para ajudar as empresas que já estão instaladas em território goiano e também as que estão em tratativas com o governo para implantar suas bases no Estado. Lembrou que o Governo de Goiás apoia e investe em novas tecnologias ao mesmo tempo em que fomenta o ensino tecnológico em áreas estratégicas do Estado.

Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços – Governo de Goiás

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

68 municípios goianos não registram casos de homicídio em 2020

Dados do Observatório de Segurança Pública mostram também que nenhum crime violento foi registrado em 16 localidades. Redução nos indicadores de criminalidade é a maior da década. “Esses números não são fáceis de serem obtidos”, diz governador Ronaldo Caiado, ao lembrar que “Goiás tinha se transformado na Disneylândia dos bandidos” em gestões anteriores

Publicado

em

Por

Os indicadores de criminalidade de 2020 em Goiás, apresentados pelo governador Ronaldo Caiado e pelo titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), Rodney Miranda, nesta segunda-feira (25/01), mostram que em 68 municípios goianos não foi registrado nenhum caso de homicídio. Já em outros 16, não há ocorrência de crime violento. Os números são do Observatório de Segurança Pública da SSP. “Esses índices não são fáceis de serem obtidos”, disse Caiado, ao relembrar que “Goiás tinha se transformado na Disneylândia dos bandidos” em gestões anteriores.

O governador afirmou que a segurança pública no Estado é referência nacional. Ele citou, por exemplo, a redução histórica de 10,4% em todos os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), alcançada no ano passado em comparação com os números de 2019. A taxa reúne as ocorrências de homicídios (-9,39%), latrocínios (-22%) e lesão corporal seguida de morte (-38,9%). A queda é a maior desde a criação do Observatório de Segurança Pública, em janeiro de 2011.

“Nossas polícias se ocuparam para que as ações conjuntas não se restringissem a prender ladrões. Elas fizeram aquilo que sempre digo: ou se faz o diagnóstico ou o tratamento é inócuo”, alegou Caiado. O governador reforçou que as questões que envolvem a criminalidade no Estado são resolvidas na raiz do problema.

Segundo o secretário Rodney Miranda, apesar da diminuição verificada, a meta da atual gestão é zerar os casos de crimes em todo o território goiano. “Vamos continuar com o trabalho nesse mesmo sentido. Desde o primeiro dia em Goiás, eu falei: não se comemora redução de crimes. Um dia, vamos comemorar o zero total”, garantiu.

Miranda também ressaltou que os números refletem a parceria existente entre Executivo, Ministério Público, Poder Judiciário, e as forças nacionais, como Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal. “Nós temos um inimigo comum, que se chama violência”, pontuou.

Produtividade

Durante os 12 meses de 2020, foram deflagradas 20,4 mil operações, o equivalente a 55 por dia; e realizadas mais de 25 mil prisões em flagrante e 1,3 milhão de abordagens policiais. As ações resultaram na apreensão de mais de 56 toneladas de drogas, uma média de 153 quilos a cada 24 horas. As forças de segurança ainda apreenderam 6,2 mil armas de fogo, cerca de 500 por mês. “Trabalhamos como nunca”, enfatizou o secretário.

Além do combate ostensivo à criminalidade, os policiais se destacaram pela agilidade em ocorrências de acidentes e desastres. Foram mais de 79,5 mil resgates e mais de 16 mil buscas e salvamentos realizados em 2020. Já o Serviço de Socorro Rápido com Moto (Garra), implantado na atual gestão do Governo de Goiás, efetuou mais de 450 atendimentos na Região Metropolitana de Goiânia.

A atuação das equipes tem ainda contribuído para romper o ciclo da impunidade. No ano passado, 60,34% dos inquéritos policiais instaurados tiveram a autoria definida. Além disso, foram emitidos 58.661 laudos de criminalística e concluídos 47.885 relacionados à medicina legal.

BOX

Lista dos municípios que não registraram ocorrência de homicídio doloso, homicídio tentado, latrocínio consumado e roubo consumado (2020):

Água Limpa; Amorinópolis; Anhanguera; Cachoeira de Goiás; Guarinos; Heitoraí; Ivolândia; Jaupaci; Lagoa Santa; Montividiu do Norte; Nova Aurora; Nova Iguaçu de Goiás; Palestina de Goiás; Santa Rita do Novo Destino; Santa Rosa de Goiás; São Patrício.

Lista dos municípios sem casos de homicídio (2020):

Água Limpa; Aloândia; Amorinópolis; Anhanguera; Aparecida do Rio Doce; Aporé; Aurilândia; Avelinópolis; Barro Alto; Buritinópolis; Cachoeira Alta; Cachoeira de Goiás; Campestre de Goiás, Castelândia; Cezarina; Córrego do Ouro; Damianópolis; Damolândia; Divinópolis; Divinópolis de Goiás; Estrela do Norte; Fazenda Nova; Formoso; Goiandira; Guaraíta; Guarinos; Heitoraí; Hidrolina; Ipiranga de Goiás; Israelândia; Itajá; Itauçu; Ivolândia; Jaupaci; Jesúpolis; Lagoa Santa; Mairipotaba; Mimoso de Goiás; Moiporá; Monte Alegre de Goiás; Montividiu do Norte; Morro Agudo de Goiás; Mossâmedes; Nova América; Nova Aurora; Nova Iguaçu de Goiás; Ouvidor; Palestina de Goiás; Palmelo; Panamá; Piranhas; Rubiataba; Sanclerlândia; Santa Cruz de Goiás; Santa Isabel; Santa Rita do Novo Destino; Santa Rosa de Goiás; Santo Antônio da Barra; São Domingos; São João da Paraúna; Serranópolis; Sítio D”Abadia; Três Ranchos; Trombas; Turvelândia; Uirapuru; Vicentinópolis; Vila Propício.

Secretaria de Comunicação – Governo de Golias

Continue Lendo

Estado

AGENDA OFICIAL | Governador Ronaldo Caiado anuncia novos investimentos de 14 mineradoras em nove municípios de Goiás

Publicado

em

Por

O governador Ronaldo Caiado realiza nesta segunda-feira (25/01), a partir das 17h, videoconferência para anunciar novos investimentos de 14 mineradoras em nove municípios do Estado.

Juntas, as empresas devem investir R$ 8,835 bilhões com previsão de gerar seis mil empregos na ampliação ou início das atividades extrativas minerais no Estado.

O evento será comandado pelo governador Ronaldo Caiado com a participação de executivos das mineradoras, embaixadores, prefeitos, parlamentares e os secretários Adonídio Neto e Andréa Vulcanis, titulares da Secretaria de Indústria Comercio e Serviços de Goiás (SIC) e Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), respectivamente.

Durante o evento, a SIC anuncia parceria com a Universidade Federal de Catalão (UFCAT) para empréstimo em comodato de equipamentos e máquinas de mineração pertencentes ao Governo do Estado para uso de estudantes do curso de mineração da universidade.

Serviço

Assunto: Governador Ronaldo Caiado anuncia novos investimentos de 14 mineradoras em nove municípios de Goiás

Quando: Segunda-feira (25/01), às 17hs

Onde: Videoconferência com transmissão pelas redes sociais do governador

Continue Lendo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com