Conecte-se conosco

Capital

Iris Rezende lança o maior volume de obras da história de Goiânia

Cerca de R$ 1,3 bilhão em investimentos serão realizados até o fim da gestão. Obras de mobilidade, saúde, educação, cultura e infraestrutura estão sendo lançadas por toda a cidade, num volume jamais visto na Capital.

Publicado

em

Depois de lançar na sexta-feira, 13, o complexo viário da Avenida Jamel Cecílio, obra de mobilidade que será construído no cruzamento da avenida com a Marginal Botafogo e Leopoldo de Bulhões, no setor Pedro Ludovico, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, lançou na manhã desta segunda-feira, 16, as obras do viaduto que vai ligar o Setor Universitário ao Jardim Novo Mundo, na altura da antiga Celg, hoje Enel. A obra, que terá um custo de R$ 7,6 milhões, deve ser ser entregue em 180 dias.

Os dois viadutos marcam a temporada de obras que estão espalhadas por toda a cidade. Com um volume de cerca de R$ 1,3 bilhão em investimentos, Goiânia se tornou um verdadeiro canteiro de obras. Além dos complexos viários, estão em andamento a construção da trincheira da Rua 90 com Avenida 136, a construção da continuação da Avenida Leste/Oeste, tramo leste, a revitalização da Praça do Trabalhador, no centro, a revitalização da Rua do Lazer, também no centro, a Maternidade Oeste, no conjunto Vera Cruz, as obras de drenagem da Avenida Goiás, no centro, que fazem parte do BRT e o asfaltamento de 14 bairros de um total de 31 que serão beneficiados ainda nesta gestão.

Serão lançadas em breve, as obras de construção da ponte sobre o córrego Cascavel, ligando a Vila Alpes do Jardim América e a troca da malha asfáltica de cerca de 630 km de ruas e avenidas de 107 bairros de Goiânia. Cerca de 40% dos investimentos deflagrados pela Prefeitura serão custeados com recursos do tesouro municipal.

O prefeito Iris Rezende pediu a compreensão da população nesse período em que os empreendimentos começam e assegurou que todas as obras iniciadas serão concluídas até o fim da gestão. Segundo ele, Goiânia inteira sabe da sua disposição e responsabilidade no trato da coisa pública e que a meta é entregar, ao final de 2020, uma cidade com maior qualidade de vida para sua população.

“Nunca assumi o executivo para ficar usufruindo do poder. Goiânia inteira sabe que eu não brinco em serviço. Depois do reequilíbrio das contas públicas, readquirimos nossa capacidade de investimento e vamos atender as demandas da população. Vamos fazer de Goiânia uma cidade com mais qualidade de vida e a mais gostosa de se viver”, afirmou.

 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capital

Prefeitura recupera R$ 24,6 milhões devidos à cidade

Guias emitidas na Semana da Conciliação não pagas até o dia 13 foram canceladas. Débitos continuam em Dívida Ativa e serão retomadas cobranças administrativa e judicial. Ao todo, cidadãos devem R$ 3,5 bilhões à Goiânia

Publicado

em

Por

Mais de R$ 24,6 milhões entraram nos cofres públicos do município como efeito dos acordos realizados durante a 14ª Semana Nacional da Conciliação (SNC). Desse total, R$ 13,5 milhões se referem a débitos que foram liquidados com descontos de até 80% em multas e juros moratórios.

Os outros R$ 11 milhões são oriundos do pagamento da primeira das até 40 parcelas possíveis para quem entre os últimos dias 04 e 08 procurou a Prefeitura de Goiânia para regularização de dívidas relativas aos impostos Predial e Territorial Urbano (IPTU/ITU), Sobre Serviços (ISS) e Sobre Transmissão de Imóveis (ISTI), além de multas por infração à legislação ou descumprimento de obrigações acessórias.

As guias do Documento Único de Arrecadação Municipal (Duam) emitidas na SNC mas não pagas até o dia 13, data limite para pagamento, foram canceladas nesta quinta-feira, 14. Como efeito, as dívidas permanecem inscritas em Dívida Ativa e serão retomadas as cobranças administrativas e/ou judiciais para recebimento dos débitos. Os cidadãos que perderam o benefício, no entanto, ainda podem regularizar as dívidas com o município, mas sem desconto nas penalidades decorrentes da inadimplência. Para isso, basta se dirigir a uma das Atende Fácil, central de relacionamento com a Prefeitura de Goiânia. Há unidades instaladas no Paço Municipal, Park Lozandes; Shopping Cidade Jardim, bairro homônimo; Estação Ferroviária, Setor Central; e Galeria Dona Beti, Setor Morada do Sol. Ao todo, a dívida dos cidadãos com Goiânia ultrapassa R$ 3,5 bilhões.

Os cartórios e serviços de proteção ao crédito já foram notificados sobre as dívidas pagas até esta quarta-feira, 13. O protesto e a inscrição em serviços de proteção ao crédito devem ser retirados do sistema em até cinco dias. Após, já é possível ter acesso a certidões de regularidade fiscal.

Giselle Vanessa Carvalho, da editoria de Finanças

Continue Lendo

Capital

Depois de Ronaldo Caiado, presidente regional do PP, Alexandre Baldy, admite apoio a uma eventual candidatura à reeleição de Iris Rezende

Declaração foi dada à Rádio Sagres, durante entrevista na manhã desta segunda-feira, 11/11. Segundo o pepista, caso Vanderlan Cardoso opte por não sair candidato, o partido deve apoiar a reeleição de Iris Rezende em Goiânia. O emedebista, no entanto, tem evitado falar sobre política e sustentado que o momento é de dar andamento às obras na capital

Publicado

em

Por

O presidente regional do PP em Goiás, Alexandre Baldy, secretário de Transportes do Estado de São Paulo,  admitiu à Rádio Sagres 730, nesta segunda-feira, 11/11, que seu partido pode dar apoio à candidatura à reeleição do prefeito Iris Rezende (MDB) em Goiânia. Baldy ressalvou que há a possibilidade de o senador Vanderlan Cardoso disputar a prefeitura de Goiânia, mas observou que caso ele não confirme sua candidatura, o partido tende a apoiar Iris. O governador Ronaldo Caiado (DEM) quer apoiar Iris e o PP está alinhado ao governo.

Na manhã do último sábado, durante o lançamento das obras de expansão da rede de esgotamento sanitário da região Noroeste de Goiânia, o governador Ronaldo Caiado manifestou veemente apoio a uma possível candidatura de Iris Rezende à reeleição no ano que vem. Segundo Caiado, o sentimento do povo é que Iris continue governando Goiânia e que espera que isso aconteça para continuar a parceria firmada entre Estado e Prefeitura para levar obras à população da capital.

Iris Rezende, no entanto, tem evitado falar em reeleição e diz que o tempo é de focar na realização de obras e atendimento das demandas da população. O emedebista lançou, nos últimos meses, o maior volume de obras da história de Goiânia, investimentos que devem atingir R$ 1,4 bilhão até o fim do atual mandato, em 2020.

Continue Lendo