Conecte-se conosco

Estado

Segunda onda de coronavírus: qual é afinal a posição da OMS sobre o confinamento contra a covid-19?

Publicado

em

Nós, da Organização Mundial de Saúde (OMS), não defendemos o confinamento como o principal meio de controle desse vírus.”

Quando o enviado especial da OMS para covid-19, o britânico David Nabarro, se expressou dessa forma em uma entrevista para a revista The Spectator, ele certamente não imaginou a tempestade que suas palavras produziriam.

“Os confinamentos têm uma consequência que não devemos nunca subestimar: eles tornam os pobres muito mais pobres”, disse Nabarro.

Pouco depois, inúmeros meios de comunicação e personalidades começaram a noticiar que a OMS havia recuado em seu apoio aos confinamentos. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou a afirmar que a organização estava concordando com ele.

Pouco depois, inúmeros meios de comunicação e personalidades começaram a noticiar que a OMS havia recuado em seu apoio aos confinamentos. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou a afirmar que a organização estava concordando com ele.

A Organização Mundial da Saúde acaba de admitir que eu estava certo. Os confinamentos estão matando países em todo o mundo. A cura não pode ser pior do que o problema (…). Uma longa batalha, mas eles finalmente fizeram a coisa certa”, disse Trump na segunda-feira por meio de sua conta no Twitter.

A posição do presidente americano é a mesma do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (sem partido), que por diversas vezes criticou as medidas de isolamento social adotadas por Estados e cidades do país, alertando que os prejuízos à economia poderiam ser piores que os impactos da própria pandemia.

Em um encontro com produtores rurais, em setembro, o presidente disse que as defesas da necessidade de isolamento, eram “conversinha mole”. “Isso é para os fracos. O vírus, eu sempre disse, era uma realidade, e tínhamos que enfrentá-lo. Nada de se acovardar perante aquilo que nós não podemos fugir dele”, afirmou Bolsonaro

Na maioria do Brasil, foram adotadas medidas de isolamento mais brandas, mas, em cidades de alguns Estados, foram aplicados períodos de confinamento por determinação da Justiça ou por decisão de prefeitos ou governadores.

Em reação a isso, o governo Bolsonaro editou uma medida provisória para concentrar no Executivo federal o poder de estabelecer normas sobre esse assunto. A questão foi parar no Supremo Tribunal Federal, que decidiu que Estados e municípios tinham autonomia para determinar medidas de isolamento.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

Caiado convida Iris para ajudá-lo a “finalizar” os próximos dois anos de governo: “Estão enganados aqueles que pensam que Iris Rezende se aposentou da política”

“Estão enganados aqueles que pensam que Iris Rezende se aposentou da política”, disse governador, que espera com a iniciativa “construir esse marco na nossa história política”. Saneago investe R$ 18 milhões para implantação de 128 quilômetros de redes coletoras de esgoto e 8.201 ligações domiciliares. Obras vão beneficiar 34.800 habitantes de oito bairros. Meta é entregar Goiânia 100% com esgoto

Publicado

em

Por

O governador Ronaldo Caiado convidou o prefeito Iris Rezende para assumir um cargo no Governo de Goiás no dia 1º de janeiro de 2021. A revelação se deu na manhã desta terça-feira (24/11), no Jardim Nova Esperança, durante homenagem da Saneago ao gestor pela parceria estabelecida por mais de cinco décadas. “Estão enganados aqueles que pensam que Iris Rezende se aposentou da política. Vossa excelência terá função e carga horária também, com o compromisso ao meu lado de ajudar a finalizar esses próximos dois anos”, afirmou Caiado, que completou: “É uma amizade espontânea, que realmente surgiu da nossa convivência, das nossas campanhas juntas, para podermos construir esse marco na nossa história política.”

Em sua fala, Caiado fez um apanhado de toda trajetória política de Iris Rezende e afirmou que o líder se tornou um “símbolo que dignifica o povo goiano”, por fazer política com altivez, amor, com espírito público. Afirmou que o prefeito é um exemplo como poucos atualmente, por ter o privilégio de escolher quando deixar de disputar mandatos e encerrar sua carreira.

“Poucos homens escreveram isso na política do Estado de Goiás e do Brasil, porque a maioria foi expulsa da vida pública muito antes”, disse o governador. Segundo ele, Iris faz parte da escola de homens íntegros e sérios, independente de siglas partidárias.

“Não tenho possibilidade de expor em palavras o que sinto hoje. Na verdade, fui surpreendido”, disse Iris. “O governador foi o artífice desse momento, aproveitando a obra que se instala no setor e me surpreendendo com essa homenagem que eu nunca imaginei que pudesse receber”, observou.

“Elevo meus sentimentos aos céus e agradeço, primeiramente, a Deus por tudo isso que tenho recebido ao apagar das luzes da minha vida como político”, reagiu o prefeito. Iris também não poupou elogios ao governador. “Posso proclamar, sem medo de errar, que Goiás está orgulhoso de vossa excelência. Tem confiança absoluta nos seus atos, nas suas ações”.

Ao falar em nome dos quase seis mil colaboradores, o presidente da Saneago, Ricardo Soavinski, destacou as diversas conquistas de Iris para a companhia, como a construção do Sistema Meia Ponte, idealizado, iniciado e realizado durante seu mandato de governador do Estado, em 1986, e que até hoje é o responsável pelo abastecimento de grande parte da Capital.

“No final do ano passado, 33 anos depois, o senhor mais uma vez, acreditou na Saneago e, com a sensibilidade sobre a importância do saneamento para a população, renovou o contrato de Goiânia com a nossa companhia”, citou. Disse, ainda, que união de Caiado e Iris, “dois homens grandiosos”, deu condições de, a partir de um trabalho técnico de suas equipes, estabelecer o novo contrato que é muito importante para Goiânia, mas fundamental para a própria Saneago e demais municípios de Goiás.

Emocionada, a filha do prefeito, Ana Paula Rezende Machado Craveiro, agradeceu ao governador, ao presidente da Saneago e demais presentes. “Gestos como esse, governador, fazem de mim, da Adriana, Mariana, Daniel, a mais feliz das famílias, pelas homenagens e reconhecimento ao meu pai, como o maior político desse Estado, se não, desse país”, destacou.

O deputado estadual Charles Bento falou do simbolismo da escolha do local para a solenidade: a região Noroeste. “Nada mais justo que hoje o senhor receber essa homenagem na nossa região, em um parque que muitos passaram e prometeram, mas foi o senhor que concluiu”, disse ele. “Pouco tempo fiquei como vereador ao seu lado, mas pareceram 10 anos de tanta coisa que foi feita na região Noroeste, principalmente no Caveirinha”, lembrou.

Já a Caiado, o deputado disse que o governador tem sido um parceiro, ao quitar as emendas. “Todas estão sendo pagas. Inclusive, recentemente, só para esse ano, foram quase R$ 3 milhões direcionados para a cidade de Goiânia.”

*Vistoria de obras*

Antes de participar da homenagem, Caiado e Iris estiveram juntos na Alameda Corcovado, Jardim Petrópolis, para conferir as obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário da região Noroeste de Goiânia, onde a Saneago investe R$ 18 milhões para a implantação de 128 quilômetros de redes coletoras de esgoto e 8.201 ligações domiciliares.

“A Saneago mostra que é uma empresa viável, quando bem administrada”, disse o governador. “Hoje, ela volta à sua origem, à sua responsabilidade, que é o saneamento básico e o esgoto, e não fazer campanha eleitoral, nem promover o enriquecimento ilícito de pessoas que ocupavam o comando da empresa”, afirmou Caiado.

O serviço está no escopo do contrato de programa assinado entre a Saneago e a Prefeitura de Goiânia, em dezembro de 2019, para prestação dos serviços de saneamento básico no município, estão previstos quase R$ 2 bilhões de investimentos em esgoto. Apenas para os cinco primeiros anos, o total é de mais de R$ 900 milhões. O governador reconheceu a importância desta parceria, o que permitiu fortalecer a estatal e fez um comparativo com a situação anterior. “Estamos trazendo dignidade. Quando Iris e eu demos a ordem de serviço, foi no Bairro Nova Esperança. O depoimento das famílias era de que a ‘fossa não suporta, e esse esgoto aflora, corre pela rua’. Essa era a maneira de como as pessoas viviam nessa região”, recordou.

Ricardo Soavinski pontuou que mesmo com todas as dificuldades impostas pela pandemia, os trabalhos estão rigorosamente dentro do cronograma e até cravou a data para entrega das obras: maio de 2021.

“Isso é questão de saúde pública. O esgoto aqui era de fossas, algumas até nas calçadas”, argumentou. Serão beneficiados 34.800 habitantes dos seguintes bairros: Jardim Clarissa, Jardim Nova Esperança, Parque Industrial Paulista, Residencial 14 Bis, setor Cândida de Moraes, setor Jardim Petrópolis, setor Santos Dumont e Vila Regina.

Para Pedro José da Silva, morador do Jardim Petrópolis, será o fim de uma espera de 30 anos. “Esse benefício é incalculável. Obrigado, governador, por fazer essa obra para a região Noroeste.”

A ampliação do sistema de esgotamento sanitário significa mais qualidade de vida para os moradores e maior desenvolvimento para a região. Hoje, 93,5% da população goianiense é atendida com serviços de esgoto. Goiânia está entre as três melhores capitais do Brasil em Desempenho de Universalização do Saneamento, sendo a primeira do Centro-Oeste nesta categoria, de acordo com o ranking da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes).

Além das obras realizadas na região Noroeste de Goiânia, há outros benefícios em execução. “Estamos investindo também R$ 100 milhões nas ETEs [estações de tratamento de esgoto] do Parque Atheneu e Hélio Seixo de Britto”, arrematou Ricardo Correia, diretor de Expansão Saneago.

O presidente da Agência de Regulação, Controle e Fiscalização do Município de Goiânia (ARG), Paulo César Pereira, pontuou que a gestão da companhia foi muito zelosa em assegurar na discussão do contrato a autonomia da empresa, e mais do que isso, reconhecer a titularidade e a autonomia.

Na avaliação do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), deputado Lissauer Vieira, o Governo do Estado entendeu a importância de dar garantia e equilíbrio financeiro para a Saneago, que tem conseguido fazer todas obras necessárias para garantir saneamento básico para a população de Goiânia.

O deputado estadual Charles Bento afirmou que o anseio da população era muito grande e tem conferido os avanços. “Antes, havia até gente caindo nas fossas. Hoje, graças a Deus, já podemos acompanhar a alegria nos lugares que já foram ligados à rede de esgoto”, celebrou o parlamentar.

Estiveram presentes à homenagem os secretários de Estado Cristiane Schmidt (Economia), Adonídio Neto (Indústria, Comércio e Serviços), Marcio Cesar Pereira (Desenvolvimento e Inovação), Antônio Carlos de Souza Lima Neto (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Adriano Baldy (Cultura), Rafael Rahif (Esporte e Lazer), Ismael Alexandrino (Saúde), Bruno D’Abadia (Administração), Adriano da Rocha Lima (Governadoria), Henrique Ziller (Controladoria-Geral do Estado), coronel Luiz Carlos de Alencar (Casa Militar), Lúcia Vânia (Desenvolvimento Social), Andréa Vulcanis (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), Alan Tavares (Casa Civil); o delegado-geral da Polícia Civil, Odair José Soares; e o assessor especial da governadoria, Lívio Luciano.

Também estiveram presentes os presidentes Reginaldo Alves Júnior (Agência Brasil Central), Lucas Fernandes (Agência Goiana de Habitação – Agehab), Eurípedes Barsanulfo (Agência Goiana de Regulação – AGR), José Essado Neto (Agência Goiana de Defesa Agropecuária – Agrodefesa), Pedro Leonardo (Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária – Emater), Lener Silva Jayme (Celg Geração e Transmissão), Rivael Aguiar (Agência de Fomento de Goiás – GoiásFomento), Diego Soares (Companhia de Investimentos e Parcerias de Goiás – GoiásParcerias), Hélio Lopes (Ipasgo), Denes Pereira (Indústria Química do Estado de Goiás – Iquego), Miguel Marrula (Metrobus – interino), Nelson Fujimoto (Fundação da Previdência Complementar do Brasil Central – Prevcom); o chefe do Estado Maior da Polícia Militar, coronel Delson do Prado; o comandante regional do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Carlos Borges dos Santos; e o secretário de Governo da Prefeitura de Goiânia, Paulo Ortegal.

_Fotos: Wesley Costa_

*Legenda:*

Governador Ronaldo Caiado convida Iris Rezende para ajudá-lo a “finalizar” os próximos dois anos de mandato durante ato em que recebeu homenagem especial da Saneago: “Vossa excelência terá função e carga horária com compromisso ao meu lado para podermos construir esse marco na nossa história política”

*Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás*

Continue Lendo

Estado

Governos de Goiás, do DF e Federal se unem para adoção de novas estratégias de segurança pública na região do Entorno

Novas ações integradas visam aumentar, ainda mais, combate a crimes violentos em toda região. Previsão é de que projeto comece já em 2021, com criação de um Centro Integrado das forças policiais

Publicado

em

Por

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSPGO), o Governo do Distrito Federal e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça, juntos, vão implementar novas estratégias voltadas ao fortalecimento da segurança pública nos municípios que fazem parte da região do Entorno do DF. Entre as ações projetadas está a criação, já em 2021, de um Centro Integrado das forças policiais. Detalhes do projeto foram discutidos, nesta terça-feira (24/11), por representantes das pastas que se reuniram, em Luziânia.

Titular da SSPGO, o secretário Rodney Miranda destacou as quedas importantes nos indicadores de criminalidade na região e ressaltou que o objetivo é reduzir mais e levar “as ocorrências para patamares mínimos”. É necessário, portanto, alinhar e implementar novas estratégias para atuação das forças de segurança, num trabalho integrado entre policiais de Goiás, do Distrito Federal e da União.

“Em 2020, mesmo com a pandemia, estamos conseguindo superar os índices anteriores. Mas não estamos satisfeitos. Temos que aperfeiçoar ainda mais o nosso trabalho e aumentar, principalmente aqui na região do Entorno, a integração tanto com o DF quanto com o governo federal”, enfatizou.

O secretário Nacional de Segurança Pública, coronel Carlos Paim, falou sobre o papel da segurança para o crescimento de outras áreas. “A segurança pública forte na região contribui para o fortalecimento da economia e de outras questões que são afetas à ordem pública. Então, nesse sentido, o Governo de Goiás sinalizou o interesse de investir em novas estratégias, e nós estamos aqui para poder ouvir e junto a eles, buscar soluções para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros que vivem nessa região”, afirmou.

De acordo com o coronel, a Senasp poderá contribuir com aporte financeiro e também na criação de políticas de segurança para o Entorno de Brasília. “Teremos condições de saber, por exemplo, se é necessário participar com orçamento para construção de alguma unidade policial, bombeiro. Hoje, dentro do Ministério da Justiça e Segurança Pública, temos uma secretaria importante, de operações integradas, que pode contribuir muito nesse viés da integração de inteligência, fomentar operações entre as polícias”, contou. “Nós da Senasp temos também condição de contribuir e fazer políticas e programas de fortalecimento para essa região.”

Segundo o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres, a integração entre as forças policiais do DF e de Goiás é algo que já vem sendo feito, mas que a criação de um Centro de Operações Integrado deverá potencializar os resultados. “Hoje a gente já se ajuda demais na região. Muitas vezes uma perseguição em Goiás acaba dentro do DF e é levada a uma delegacia aqui e vice versa. Mas precisamos avançar, formalizar isso, criar estrutura física, logística, estrutura de recursos humanos, para a gente atuar nessa região e poder fazer um trabalho melhor”, defendeu.

Além do trabalho conjunto, o Governo de Goiás estuda a adoção de outras estratégias de segurança para aumentar o combate aos crimes violentos em toda região. “Temos um projeto, em que estamos trabalhando, de trazer um Comando de Missões Especiais, a exemplo do que temos em Goiânia e região, fazer uma base aqui”, pontuou o titular da SSPGO, Rodney Miranda.

A ideia, explicou o secretário goiano, é levar para a região, além da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) e do Batalhão de Choque, o Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro), o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e o Grupo de Rádio Patrulhamento Aéreo (Graer). Assim, formaria o Comando de Missões Especiais Norte. “Temos intenção futuramente de montar uma Central de Inteligência DF/Goiás, funcionando também aqui no Entorno, para atender a todas as demandas, sem limite de fronteira de Estado”, informou.

*Queda na criminalidade da região*

De acordo com os dados do Observatório de Segurança Pública, os registros de crimes violentos na região do Entorno têm tido quedas consecutivas com a política de atenção aos municípios da região, que foi adotada pela atual administração do Governo de Goiás. Durante todo ano de 2019, os registros fecharam com redução expressiva.

A mesma tendência de diminuição está sendo observada em 2020. De janeiro a setembro deste ano, quando comparado com igual período do ano passado, os registros de homicídio caíram 21,33%, latrocínio diminuiu 25%, roubo a transeuntes reduziu 23,85%, roubo de veículos apresentou queda de 35,82%, roubo em comércio baixou 20,39% e roubo em residência caiu 35,66%. Nesse período não teve registro de roubo de carga nem de roubo a instituição financeira.

*Investimentos na segurança pública*

Os investimentos em segurança pública na região do Entorno do DF têm sido feitos pelo Governo de Goiás desde o início da atual gestão. Por determinação do governador Ronaldo Caiado, os municípios do Entorno recebem total atenção das forças policiais.

Prova disso são as entregas realizadas desde 2019, como, por exemplo, R$ 3,6 milhões em equipamentos para a Polícia Militar, em Águas Lindas; 40 espingardas Gauge calibre 12 e 704 algemas para as delegacias de polícia da região; curso de habilitação em armas longas para 80 policiais civis de Luziânia e Águas Lindas; obra de reforma e ampliação do 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Luziânia e entrega de duas viaturas operacionais e um drone para a corporação; obra de reforma e ampliação do Instituto Médico Legal (IML) de Luziânia (que há anos estava paralisada); inauguração da Unidade Prisional Especial de Planaltina de Goiás e da Unidade Prisional Especial de Águas Lindas.

*Legenda:* Secretários Rodney Miranda (Goiás), Anderson Torres (Distrito Federal) e coronel Carlos Paim (Secretaria Nacional) em reunião para alinhar novas estratégias, como a criação de um Centro Integrado das forças policiais para fortalecer ainda mais a segurança pública na região do Entorno do DF

*Secretaria de Segurança Pública (SSP) – Governo de Goiás*

Continue Lendo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com