Conecte-se conosco

Mundo

EXTRA | Trump se auto intitula vencedor e diz que vai à Suprema Corte para parar contagem de votos e evitar fraude

Publicado

em

Em pronunciamento na madrugada desta quarta-feira (4), o presidente Donald Trump afirmou que, por direito, ganhou a eleição e que irá recorrer à Suprema Corte para parar toda a contagem de votos e impedir uma “fraude”.

“De repente, eu disse, o que aconteceu com a eleição? … eles sabiam que não podiam ganhar, então disseram, ‘vamos ao tribunal'”, afirmou o republicano. “Queremos que a lei seja usada de maneira adequada, por isso iremos ao Supremo Tribunal dos Estados Unidos. Queremos que todas as votações parem”, acrescentou.

Não queremos que eles encontrem cédulas às quatro da manhã e as adicionem à lista”, continuou.

“Isso é uma fraude para o povo americano. Isso é uma vergonha para o nosso país. Estávamos nos preparando para vencer esta eleição. Por direito, vencemos esta eleição. Iremos para a Suprema Corte dos Estados Unidos. Queremos que todas as votações parem”, disse ainda o presidente, apesar de estar atrás do democrata Joe Biden nas projeções do colégio eleitoral até o momento.

O discurso de Trump cumpre o que havia sido previsto em matéria no site Axios no domingo, que adiantava que o presidente poderia declarar sua vitória e contestar os votos recebidos por correio e ainda não contados na noite da eleição. Ele negou que faria isso e Biden, ao saber da possível manobra, afirmou: “Trump não irá roubar esta eleição”.

Trump não detalhou exatamente qual seria seu argumento para entrar com ação na Suprema Corte. Ele elencou estados onde teve boa votação e agradeceu. Depois disse que venceria em estados como a Pensilvânia, que está indefinida, e partiu para declarar que ocorreria uma fraude. 

“Milhões e milhões de pessoas votaram em mim. Mas um triste grupo está tentando tirar os direitos dessas pessoas. Estávamos nos preparando para uma grande festa. Vamos vencer tudo”, disse. “Um recorde, números nunca vistos. Veja a Flórida, ganhamos por muito. Também está claro que ganhamos a Geórgia. Eles não podem nos alcançar”, afirmou. 

Trump disse ainda que o estado do Arizona não está decidido. “E nós nem precisamos dele”, afirmou. Pouco depois, porém, Biden foi declarado vencedor naquele estado. 

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

VÍDEO | Elefante solitário finalmente chega em santuário e faz amigos. Veja

Publicado

em

Por

Depois de décadas vivendo em condições precárias, Kavaan, o ‘elefante solitário’ finalmente chegou ao santuário onde vai passar o resto dos seus dias.

O elefante foi transportado neste finalmente de semana, com escolta militar até o Aeroporto de Islamabad, no Paquistão, de onde partiu numa aeronave russa, com escala na Índia.

Após 10 horas de vôo, ele chegou ao seu destino feliz: o Cambodia Wildlife Sanctuary, na capital iem Reap.

O traslado de Kaavan, que pesa 4,35 toneladas foi organizado pela ONG animal, FOUR PAWS , ao lado da IWMB.

A organização Free The Wild de Cher,  da cantora Cher, também ajudou, juntamente com veterinários, numa verdadeira operação de guerra.

Liberação do Zoo

O elefante até já fez um novo amigo, mas não foi fácil chegar até esse paraíso.

O Supremo Tribunal do Paquistão decidiu no início do ano pela libertação do animal do Zoológico Murghazar de Islamabad que fechou as portas.

Havia muitos grupos e pessoas que lutam para a liberação do elefante, inclusive, a cantora Cher, que comemorou a vitória de Kavaan, twittar , “este é um dos maiores momentos da minha vida.

Novos amigos

Kaavan deixou sua caixa de transporte e teve uma recepção calorosa com um bolo de frutas e uma trilha de folhas de bananeira feita especialmente para ele.

Após oito anos sem amigos animais, ele fez sua primeira integração com outro elefante.

Em cerca de um mês, Kavaan será apresentado a três elefantes fêmeas, e ele terá 25.000 acres para perambular.

Ele vai viver livre numa área 50.000 vezes maior do que o recinto do zoológico ao qual ele estava confinado.

Com os anos de isolamento de Kaavan finalmente chegando ao fim, a FOUR PAWS garantiu que finalmente ele terá a chance de viver uma vida pacífica e apropriada para a espécie.

Continue Lendo

Mundo

Trump diz que deixará a Casa Branca se Biden ganhar votação no Colégio Eleitoral

Publicado

em

Por

WASHINGTON/REHOBOTH BEACH (Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira que deixará a Casa Branca se o Colégio Eleitoral votar a favor do presidente eleito Joe Biden, na declaração mais próxima de uma admissão de sua derrota nas eleições do dia 3 de novembro, apesar de o republicano continuar repetindo suas acusações infundadas de que houve fraude eleitoral generalizada.

Ao falar com jornalistas no feriado de Ação de Graças, Trump disse que se Biden –que deve tomar posse no dia 20 de janeiro– for confirmado como vencedor das eleições pelo Colégio Eleitoral, ele deixará a Casa Branca.

Mas Trump disse que seria difícil para ele admitir a derrota nas atuais circunstâncias, e se recusou a dizer se compareceria à posse de Biden.

“Essa eleição foi uma fraude”, insistiu Trump em um discurso por vezes incoerente na Casa Branca, no qual continuou sem oferecer evidências concretas da existência de irregularidades eleitorais generalizadas.

Biden venceu a eleição com 306 dos votos do Colégio Eleitoral –muitos mais que os 270 necessários para garantir a vitória–, contra 232 de Trump, e a reunião do Colégio Eleitoral está marcada para o dia 14 de dezembro para formalizar o resultado. Biden também lidera Trump por mais de 6 milhões de votos na contagem de votos populares.

Trump até agora se recusou a reconhecer completamente sua derrota, embora na última semana –com o aumento da pressão vinda de seu próprio Partido Republicano– ele tenha aceitado autorizar o início do processo oficial de transição de poder.

Perguntado se deixaria a Casa Branca se o Colégio Eleitoral votar por Biden, Trump disse: “Certamente, eu irei. Certamente irei. E vocês sabem disso”, declarou. “Mas eu acredito que muitas coisas vão acontecer entre agora e o dia 20 de janeiro. Muitas coisas”, disse. “Fraudes massivas foram descobertas. Somos como um país de Terceiro Mundo.”

Continue Lendo
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com