Conecte-se conosco

Estado

“Vamos entregar mais 1,2 mil moradias ainda este ano”, diz governador em Senador Canedo

Publicado

em

A convite do prefeito Divino Lemes, Caiado participou da entrega de 432 apartamentos pela prefeitura, no município, e destacou os avanços conquistados na área da Habitação no Estado_

“Uma das maiores conquistas que uma pessoa pode alcançar é exatamente ter a sua casa própria, e é esse o nosso objetivo. Este ano, vamos entregar mais de 1,2 mil apartamentos e casas, mas, no ano que vem, vamos avançar muito mais”, garantiu Ronaldo Caiado, nesta sexta-feira (06/09), em Senador Canedo. O governador participou, a convite do prefeito Divino Lemes, da entrega de 432 apartamentos no Residencial Santa Edwiges I e II.

O governo estadual entregou, de janeiro a agosto deste ano, 1.389 moradias em vários municípios do Estado. Segundo Caiado, a propriedade de uma residência é uma vitória. “As pessoas se sentem respeitadas, criam seus filhos com dignidade, podem conviver de uma maneira tranquila. Minha gente, é uma realização que não tem como descrever”, reforçou.

E, por conta deste benefício que a casa própria propicia, o governador destacou que irá trabalhar intensamente com o presidente Jair Bolsonaro para beneficiar ainda mais famílias, com parcelas em torno de R$50 a R$100. “Tenho insistido muito e acredito que o presidente vai destinar um percentual significativo para esses apartamentos para pessoas de baixa renda”, sublinhou.

O governador entregou simbolicamente a chave para a família da servidora pública Sheila Daiane, 29. Ela, o esposo e as duas filhas poderão se mudar para a nova residência a partir da semana que vem. “A gente espera nove anos e, quando chega a hora, fica feliz demais. Foi muito tempo de luta”, lembrou. “Essa é a melhor sensação do mundo.

Com muita fé realizo esse sonho”, comemorou a manicure Cintia Jorge Ferreira, 32, que há 11 anos tentava adquirir sua casa própria. Ela é mãe solteira e tem dois filhos, um de 11 e outro de três anos. “Sempre paguei aluguel. Todo mês eram 500 reais. Agora vou pagar pelo que é meu, para mim e meus filhos”, destacou.

Estrutura
O Residencial Santa Edwiges I e II começou a ser construído em 2013. São 432 apartamentos construídos numa parceria entre a Caixa Econômica Federal, financiadora por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, e a Prefeitura de Senador Canedo. Os prédios têm estrutura completa, com estacionamento, quadra de esporte, salão de festas, área com brinquedos para as crianças e controle de entrada, para garantir a segurança dos moradores.

O prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes, disse que a entrega dos apartamentos é uma realização pessoal já que conhece a demanda da habitação da cidade. Segundo ele, “são pessoas que moram de favor ou de aluguel e algumas estão até desempregadas”. Ele ressaltou que, além da contrapartida financeira, o Executivo municipal também trabalha para oferecer infraestrutura para os moradores do local. “Tivemos uma participação forte para levar água, esgoto e urbanizar a região. Começamos a construir uma creche para 250 crianças e nesta semana assinei o processo para licitação de uma escola para 600 alunos”, frisou.

O superintendente Regional da Caixa, Demerval Prado Júnior, salientou que é sempre uma emoção e alegria participar de eventos para entrega da casa própria. Com isso, afirmou, a Caixa cumpre o seu papel no desenvolvimento da sociedade. O superintendente destacou, no entanto, que para a instituição permanecer forte neste segmento é importante que o pagamento das parcelas seja feito em dia. “É o retorno desse recurso que proporciona novos financiamentos habitacionais e a garantia de um patrimônio que foi muito suado. É uma conquista que todos são merecedores e têm direito. Toda felicidade nesse dia e nos lares de vocês”.

Prestigiaram também a inauguração do Residencial, os deputados estaduais Júlio Pina e Rafael Gouveia; o ex-prefeito de Senador Canedo, Misael Oliveira; os vereadores de Senador Canedo, Beto Moreira, Carpegiane Silvestre, D’Mel Canedo, Denise Oliveira, Diego Graciano, Dr. Marcio Polo, Eliel José, Luiz da Saúde, Marcelita Manze, Rodrigo Rosa, Ronaldo da Feira e Vilmar Lima.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estado

2 MIL EMPREGOS | Governador Caiado anuncia instalação de fábrica de cerveja em Jataí

Empresa irá gerar 2 mil empregos diretos na cidade, e produção goiana atenderá os mercados do Centro-Oeste, Norte e Nordeste do País

Publicado

em

Por

O governador Ronaldo Caiado anunciou nesta quinta-feira (16/01), a instalação de nova fábrica da Cervejaria Império, no município de Jataí, no Sudoeste goiano. A implantação da cervejaria, que já tem unidades em funcionamento em Petrópolis (RJ) e Frutal (MG), vai envolver investimentos de mais de R$ 900 milhões e gerar mais de 2 mil empregos diretos na cidade, segundo revelou o governador.

A fábrica de Jataí vai fornecer cerveja a toda região do Centro-Oeste, Norte e Nordeste brasileiro. “É Goiás a cada dia mais pujante e sendo a opção de quem quer se desenvolver”, disse o governador. Caiado agradeceu o trabalho do secretário Wilder Morais, e de toda a equipe da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), que busca trazer mais investimentos para Goiás.

“Esse trabalho da Secretaria certamente segue a determinação do governador, de regionalizar o desenvolvimento do Estado e trazer mais emprego e renda para Goiás”, afirmou o secretário Wilder Morais.

A vinda da unidade industrial da Cervejaria Cidade Imperial para Goiás, que se beneficia com incentivos fiscais do Governo estadual, se deu por meio de acerto entre Ronaldo Caiado, o secretário Wilder Morais e contou com o trabalho do deputado estadual Zé Carapô (DC). Esta será a terceira cervejaria de grande porte a se instalar em Goiás, que já tem a Ambev, em Anápolis, e a Heineken, em Alexânia.

Localização estratégica

A previsão é de que o início das obras da nova fábrica ocorra em janeiro de 2021 e a produção da Cerveja Imperial ocorra já no primeiro semestre de 2022. Pesaram na escolha de Goiás para a criação de mais uma unidade da cervejaria fatores como a localização estratégica do município de Jataí, servido por três rodovias (BR-158, BR-060 e BR-364) e se situar no centro do País, com facilidades de comercialização com outras regiões brasileiras.

Continue Lendo

Estado

Governador anuncia voo comercial entre Rio Verde e São Paulo

Reunião definiu últimos detalhes para operação da GOL, que vai beneficiar o Sudoeste Goiano. No encontro, representantes da Infraero também garantiram que processo de internacionalização do Santa Genoveva estará concluído no próximo mês

Publicado

em

Por

A partir do dia 1º de fevereiro, os goianos poderão contar com voos diários entre Rio Verde e o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Uma reunião, nesta quarta-feira (15/01), entre o governador Ronaldo Caiado, representantes da empresa aérea Gol e a Infraero definiu os últimos detalhes da operação. A criação da nova rota é consequência da política do governo estadual que, em dezembro do ano passado, reduziu de 15% para 7% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do querosene da aviação.

O governador Ronaldo Caiado destacou que a operação traz mais prestígio ao Estado, facilitando o transporte e o acesso à região de Rio Verde, no Sudoeste Goiano, que se destaca pelo agronegócio e pela presença de grandes indústrias. “Tenho certeza de que vai ser um sucesso, ainda mais agora com a instalação da plataforma da Rumo (Ferrovia Norte-Sul). Isso vai ampliar demais essa demanda”, projetou.

Caiado ressaltou também que o movimento da Gol é importante para fortalecer a aviação regional. “Espero que no futuro próximo tenhamos também (voos diários) para Caldas Novas e outras regiões do Estado”, sugeriu. O governador aproveitou a oportunidade para destacar que este é um dos primeiros resultados de uma política assertiva do governo. “Baixamos o ICMS do querosene da aviação e as pessoas estão vendo e sentindo os resultados que estão beneficiando Goiás”.

Representante da Gol, a executiva de relações e instituições da empresa, Vanisse Sales, elogiou a postura do governo goiano em reduzir o ICMS para a aviação, posição alinhada ao que já vem sendo praticado por outros Estados para aumentar a frequência de voos. “Queremos continuar, de fato, a expansão regional”, disse. Vanisse recebeu dos representantes da Infraero um relatório com outros 20 aeroportos no Estado que têm condições de operar voos comerciais, entre eles o de Alto Paraíso. “Vou levar para a gente já estudar. Começamos com esse voo diário até Rio Verde, mas com os apontamentos, verificando interesse, o nosso planejamento é aumentar”, garantiu.

A executiva também afirmou que, desde que houve a redução do tributo em Goiás, a empresa aérea aumentou a aquisição de querosene de aviação de forma significativa no Estado. Em menos de um mês (a nova alíquota começou a vigorar em 21 dezembro), o consumo somente da Gol aumentou em 200 mil litros de querosene.

O secretário de indústria e Comércio, Wilder Morais, afirmou que a criação do voo é um grande presente para Rio Verde. “Com certeza, a pujança econômica do município irá alavancar cada vez mais o desenvolvimento da região”. O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, disse que a estratégia de Goiás demonstra para a sociedade que não há renúncia de recursos públicos. Pelo contrário, já que há uma curva significativa de aumento da aquisição de combustível simplesmente pelo decreto reduzindo a alíquota do ICMS. “A ideia é sentar também com outras companhias para pulverizar voos regionais e outros para as regiões Norte, Nordeste e Sul do País. Temos uma grande expectativa nesse sentido”, explicou.

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira, Rio Verde se tornou referência na região Sudoeste, economicamente, a mais forte no Estado de Goiás. “Tenho certeza que a Gol estará bem economicamente, comercialmente também naquela região”, ressaltou. Lissauer aproveitou para sugerir à empresa estudar rotas para Goiânia e Brasília. “Tenho certeza que tem demandas e condições comerciais para isso”, afirmou.

*Internacionalização do Santa Genoveva*
Representantes da Infraero também participaram da reunião para apresentar mais detalhes da internacionalização do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, que deve ser concluída até 5 fevereiro. Segundo o superintendente do órgão, Antônio Erisvaldo Sales, a estatal já tem os pareceres de quatro órgãos federais e o terminal atende tudo que é previsto pelos órgãos de controle, como fisco, imigração, fauna e flora. “Tudo evoluiu bem e estamos na fase final de adequação da infraestrutura. Compramos equipamentos, câmeras, gravador de áudio e voz, raio-x, e tivemos que bloquear muitos acessos vulneráveis do aeroporto”, sublinhou.

Continue Lendo