Conecte-se conosco

Agenda

Wesley Safadão se apresenta neste domingo em A Casa. Imperdível, confira

Publicado

em

Serviço

A Casa

Vendas: www.eventbrite.com.br

Mais informações: www.acasabox.com.br ou @acasabox

HORA
(Domingo 1 de Setembro) 17:00

LOCAL
A Casa Box

Rua Araxá – Vila Alto da Glória

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agenda

Jovem do campo que viajava 100km para estudar passa em medicina

Publicado

em

Por

É impressionante a determinação desse jovem brasileiro do campo para realizar o sonho de estudar. E ele conseguiu! Lucas Ribeiro de Sousa, de 20 anos, foi aprovado para cursar medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC).

Lucas é da zona rural do Ceará. Durante um ano inteiro ele acordou as 3:30 da madrugada para viajar sozinho de Horizonte até Fortaleza: 50 km para ir e 50km para voltar. No total, o itinerário diário dele era de 106 quilômetros.

Além da distância, Lucas conta que nem sempre tinha dinheiro para pagar as passagens de ônibus e revela que estudava com material emprestado.

“Eu tive muito apoio, tanto familiar quanto do curso, porém eu não tinha o material necessário para estudar em casa, só consegui através de uma amiga que já tinha estudado no mesmo local”, disse.

Para conseguir algum dinheiro e ajudar a família, Lucas Ribeiro dava aula particular e recebia R$ 70 por mês dos alunos de reforço.

“Era muito gasto para nossa família. Era tirar dinheiro de onde não tinha para pagar a condução, além dos gastos diários com alimentação. Já aos sábados, quando havia aula, eu não podia ir. Era financeiramente inviável”, relata.

A virada

O esforço diário de Lucas teve recompensa.

Ele somou 742,14 pontos e obteve a 21º posição da lista de aprovados do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para o curso de medicina na universidade escolhida, a UFC.

Após a matrícula, Lucas não vai mais precisar viajar todos os dias entre Horizonte e Fortaleza.

Ele conseguiu uma moradia na capital cearense.

“Uma amiga da minha mãe ofereceu a moradia. Com isso já ajuda, mas eu espero receber o auxílio da UFC, além de trabalhar nos laboratórios para, então, conseguir me estabilizar de verdade”, concluiu.

Continue Lendo

Agenda

“Agora tenho menos dinheiro, mas sou mais rico como pessoa”, diz Charles, que vendeu tudo e venceu a depressão

Publicado

em

Por

Um rapaz que recebeu várias pancadas da vida no mesmo ano se libertou da depressão com uma atitude radical.

Charles Hammerton, de 25 anos, vendeu tudo o que tinha, pegou seu amigo furão e começou a viajar pelo mundo, sem destino certo

“Agora tenho menos dinheiro, mas sou muito mais rico como pessoa”, disse ao SWNS.

Depressão

Em questão de meses, o ex-aviador perdeu o melhor amigo, a mãe biológica e depois a mãe adotiva.

Jan, a mãe, morreu em março de 2017, aos 53 anos, com uma doença do neurônio motor. Meses depois, o melhor amigo, Will Moss, faleceu aos 22 anos por suspeita de overdose de drogas. No final do ano, a mãe adotiva, Samantha, teve um ataque cardíaco e também partiu.

“Pensei em me matar algumas vezes porque não sabia como me virar. Foi horrível para mim, mas eu não queria entrar no buraco por causa de tudo”, disse Charles.

A virada

Morando em Arnold, Nottinghamshire, na Inglaterra, ele decidiu transformar sua vida para melhor.

Primeiro deu as costas para uma carreira promissora, deixou o emprego e vendeu praticamente tudo o que tinha.

“Eu morava em um belo apartamento, tinha um bom emprego e três carros. Eu tinha muitas economias e tive a sorte de ser muito seguro”, lembrou.

E fez uma descoberta: “eram apenas ‘coisas’ para mim e realmente não significavam nada”

Ele conseguiu levantar 15 mil libras – mais de 40 mil reais – para a viagem dos seus sonhos e em fevereiro de 2018 ganhou o mundo junto com Bandit, o furão.

As aventuras

Bandit the ferret who loves to travel the world with owner Charlie Hammerton. See SWNS copy SWOCferret: An RAF airman quit his job and sold everything to travel the world — with his pet ferret. Charlie Hammerton, 25, was grieving following the deaths of his best friend, mother and adopted mum in just a year. In a bid to feel more positive, he decided to travel the world with his ‘best pal’, rescue ferret Bandit.

De lá pra cá, os dois já passaram pela Holanda, Alemanha, Suécia, Noruega, França, Espanha, Itália, entre outros.

O par inseparável passou por mais de 25 cidades em 11 países.

Neles, Charles tirou fotos animadas com seu mascote e começou a postar na página que tem no Facebook .

É um hilariante álbum de férias, cheio de imagens Bandit posando em frente a marcos icônicos, como a Torre Eiffel, em Paris e o Coliseu, em Roma.

“Seguimos o sol em todo o mundo e acampamos sob as estrelas em lugares incríveis. Foi lindo e passei com meu melhor amigo. Viajar foi a experiência mais incrível da minha vida e foi completamente libertadora”, concluiu Charles Hammerton.

Hoje, a página dele no Instagram diz que o jovem tem um livro, é palestrante motivacional e professor.

Veja outras fotos da aventura:

Continue Lendo